Ilhéus realiza ação no Dia Nacional de Luta Antimanicomial

alt

O movimento nacional tem o objetivo de conscientizar a população de que pessoas com distúrbios mentais têm o direito a viver em sociedade

A Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus, por meio do setor de Alta e Média Complexidades, realiza atividades para lembrar, nesta quarta-feira, 18, o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, marcada por ações nesta data em todo o País. O evento será realizado na sede do Centro de Atenção Psicossocial (Caps II), localizado na Cidade Nova, a partir das 8h30min, e contará com café da manhã e caminhada até a Catedral de São Sebastião.

 Segundo a coordenadora de Atenção Psicossocial da Sesau, Joyce Leal, o Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela busca dos direitos das pessoas com sofrimento mental. “Dentro dessa ação está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental”, explica.

 Luta Antimanicomial – Teve seu início marcado em 1987, em continuidade às ações de luta política na área da saúde pública no Brasil por parte de profissionais que contribuíram na própria constituição do Sistema Único de Saúde (SUS). Em 1987, estabeleceu-se o lema do movimento: “Por uma sociedade sem manicômios”, e o 18 de maio foi definido como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, data lembrada, desde então, em todo o país.

 

Secom – Secretaria de Comunicação

Ilhéus, 17.5.16

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui