Ilhéus: Prefeito fala sobre atual situação do seu governo

A atual situação política em Ilhéus, onde seguidores do prefeito estariam seguindo orientação diversa da do gestor, mereceu uma análise do prefeito Jabes Ribeiro, onde ele deixa claro que cada um marchará conforme sua convicção pessoal. Jabes falou à imprensa em entrevista coletiva, realizada na semana passada, na qual estava presente o Jornal O Sollo.

Confira o que o prefeito declarou:

“Gostaria aqui de esclarecer diversas conversas que estão sendo propaladas de que teríamos intolerância contra a escolha política de servidores dessa prefeitura em qualquer escalão. Esse é um governo democrático, que não pretende tutelar ou indicar rumos para quem quer que seja. Os servidores da Prefeitura de Ilhéus votam em quem quiserem e não sofrerão qualquer tipo de repressão por isso.

Vários partidos, dentro do processo da sucessão em Ilhéus, se compuseram com o nosso grupo, o que permitiu nossa vitória. Muitos desses partidos, a nível estadual e federal, não mais compartilham das mesmas convicções, visto que a aliança em 2012 foi localizada e esses partidos viriam contribuir com a administração municipal, sem qualquer compromisso de alianças outras.

Nesse sentido, quero reafirmar esse compromisso: não há nenhum tipo de cobrança ou de pressão por parte desse governo sobre apoios ou votos em candidatos futuros.

Temos o maior interesse no apoio dos vereadores, pois isso garantirá a governabilidade do município e essa é a questão maior. O meu partido, o PP, está definido desde a base que apoia o governador Wagner, isso sem desconhecer o quanto os municípios estão sofrendo por causa da política econômica do governo, principalmente do governo federal.

No dia 28 de maio, o STF vai julgar a questão dos roayalties do petróleo. Nós estamos trabalhando pela nossa fatia, pois não é possível que os royalties só beneficiem alguns privilegiados. Por todas e várias razões, não vamos capitanear ou patrulhar votos de quem conosco está, pois dependemos dessas pessoas para tocar o governo.

O governo federal tem nos maltratado, por isso e por respeitarmos os companheiros, cada um está liberado para seguir seu caminho político. Que Ilhéus seja nosso pensamento maior.”


Da redação

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui