Ilhéus: Outubro Rosa prossegue no Bairro Nelson Costa nesta quinta-feira

Alertar as mulheres sobre como proceder no autoexame assim como promover dinâmicas em grupo são algumas das atividades realizadas durante estes encontros com a finalidade de orientar sobre a prevenção ao câncer de mama.

O Programa Saúde da Família (PSF) do Nelson Costa, zona sul de Ilhéus, realiza nesta quinta-feira, dia 16, o segundo momento da campanha Outubro Rosa que teve início no local, no último dia 9. O objetivo é oferecer às moradoras do bairro orientações sobre tratamento do câncer de mama, uma doença que atinge milhares de pessoas do sexo feminino em todo o mundo, anualmente. Nestes encontros, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), são apresentadas palestras sobre a importância do tema e ministradas orientações para o autoexame, além da promoção de dinâmicas em grupo, finalizando com a distribuição de preservativos e panfletos.

Conforme informa a diretora do Departamento de Atenção Básica, Bárbara Christian, neste novo encontro, no período das 9 às 11h30, vai ocorrer palestra sobre a prevenção do câncer do colo do útero, assim como os modos de como proceder para a eficiência de um autoexame. Já na parte da tarde, das 14 às 16 horas, os estagiários recepcionarão os convidados na sala de espera, estimulando perguntas e respostas, seguindo-se de curso de maquiagem, massagens, sorteio de brindes, atendimento aos pacientes agendados, encerrando com a distribuição de panfletos e sonho de valsa.

De acordo com Bárbara Christian, o Outubro Rosa ainda será realizado nos dias 23 e 30, no mesmo local, estando também aberto à participação de mulheres de outras localidades. “Pois o nosso objetivo é alertar a população feminina para o conhecimento da doença, sua prevenção e cuidado, uma vez que esse acompanhamento deve ser iniciado aos 35 anos, caso houver um histórico familiar”, afirmou.

As mulheres de 40 a 49 anos devem fazer o exame clínico anual, com um profissional de saúde capacitado (médico ou enfermeiro), e havendo suspeita, o profissional solicitará uma mamografia para a confirmação diagnóstica. “As mulheres de 50 a 69 anos devem fazer uma mamografia de rastreamento a cada dois anos”, finalizou a diretora de Atenção Básica.


Secretaria de Comunicação Social (Secom) Ilhéus, 13/10/2014


 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui