Ilhéus monta projeto paraolímpico

Foto ilustrativa
Uma parceria entre a Superintendência de Esportes, Secretaria de Turismo e Uesc pode proporcionar a Ilhéus o primeiro Núcleo Paraolímpico fora das grandes capitais brasileiras.

O objetivo é desenvolver atividades que venham fomentar a força brasileira na Paraolimpíada de 2016, após a Olimpíada no Rio de Janeiro, além de trazer mais qualidade de vida e estímulo à um estilo ativo para as pessoas especiais.

Os professores do Departamento de Ciências da Saúde da Uesc, Márcia Morel e Joslei Viana, com o Superintendente de Esportes de Ilhéus Alberto Kruschewsky, firmaram convênio visando o início dos treinamentos no Ginásio Herval Soledade.

Os trabalhos acontecerão todas as terças e quintas, das 13h30 às 18 horas. Para isso, a Uesc disponibilizou várias cadeiras de rodas próprias para a disputa do Basquete Paraolímpico.

Segundo Kruschewsky, a primeira dificuldade foi vencida com o apoio da empresa São Miguel, que fará o transporte das cadeiras, uma vez que fazem parte do patrimônio da Uesc e devem estar disponíveis aos alunos de Educação Física.

Segundo o superintendente de Esportes de Ilhéus, é a primeira iniciativa visando 2016 em um município brasileiro. “Sendo assim, ela não deve ficar restrita aos atletas. Serão disponibilizadas capacitações para árbitros e outros profissionais”.

Fonte: A Região

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui