Homem é preso com uma submetralhadora e munição

Na tarde da última sexta-feira, 07 de janeiro, agentes do Departamento de Narcóticos de Teixeira de Freitas comandados pelo delegado titular José Bezerra Júnior em conjunto com policiais da 8.ª Coorpin apreenderam uma submetralhadora Mac-11 de fabricação americana, com dois carregadores de munição, 58 cartuchos calibre 380, um silencioso e mais cinco cartuchos de fuzil calibre 556, além de uma quantia de R$ 392,00.

A arma, a munição e o dinheiro foram aprendidos em posse de André Zoel Pedrosa Rocha, que estava acompanhado por Alenilson Jesus de Almeida – ambos estavam no ambiente de trabalho, localizado no centro da cidade.

Segundo o delegado Bezerra, o Departamento de Narcótico recebeu informação que estaria sendo negociado uma arma de grosso calibre em Teixeira de Freitas, “então realizamos diligência para efetuar a apreensão da arma antes da sua venda. Conseguimos localizar a arma que estava com o suposto proprietário: uma submetralhadora Mac-11 de fabricação americana, uma arma de grande poder bélico e muito letal, capaz de realizar 1.600 disparos por minuto. Essa arma estava com o senhor André Zoel Pedrosa Rocha e estava sendo negociada por Alenilson Jesus de Almeida, conhecido como Hil”, contou o delegado.

Ainda segundo Bezerra, o comprador da arma seria Ofagner de Jesus Cardoso, conhecido por “Ninio, o qual relatou ao delegado, de fato, ter sido procurado por “Hil”, que tinha lhe oferecido a arma por R$ 8.000, mas ele não se interessou porque, no momento, não tinha necessidade tão pouco o dinheiro.
O delegado ainda informou que Ofagner já foi preso por tráfico de drogas em junho de 2009. Na ocasião, foi encontrado em sua casa 300 gramas de cocaína, 100 gramas de maconha e 27 pedras de crack.
A arma poderia ser utilizada por uma organização ou quadrilha de tráfico de drogas, possivelmente para eliminar integrantes de grupos rivais em busca da conquista de território para o tráfico.

Bezerra informou que abrirá um processo para investigar de onde e como essa arma chegou até Teixeira de Freitas. “Estaremos pedindo informações junto à Polícia Federal e ao comando do Exército, no sentido de dar maiores detalhes sobre a procedência dessa arma e também passaremos a investigar se outras já foram comercializadas ou se existe alguma em poder dessas pessoas que foram flagranteadas por comércio ilegal de arma de fogo de uso proibido.”
O delegado pede às pessoas que queiram denunciar algo que use o disque-denúncia 0800-284-6440, que é feito de forma anônima, gratuita e segura.

Fonte e fotos: Sulbahianews

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui