Governo baiano diz que investiu R$174 milhões em reforma de escolas

Em três anos e oito meses de gestão, o governo Wagner assegura ter investido R$ 174 milhões em reformas de unidades escolares na Bahia, valor quase três vezes superior ao aplicado em toda gestão do governo passado, que foi de R$60 milhões. No total, seriam 713 escolas reformadas ou com obras em andamento.

De acordo com José Maria de Abreu, superintendente de Organização e Atendimento da Rede Escolar, um levantamento da Secretaria de Educação detectou 876 escolas com a estrutura física absolutamente deteriorada. “Encontramos a maioria das unidades em estado ruim ou péssimo, por isso iniciamos o planejamento da recuperação da rede pública”, afirmou.

Abreu disse que a prioridade na reforma é a questão da proteção aos que freqüentam os imóveis: “Inicialmente, fazemos manutenção dos telhados, esquadrias e parte elétrica para garantir a segurança dos estudantes e evitar que haja algum acidente”, explicou. Em alguns municípios, como Abaré e Uruçuca, continuou o superintendente, as escolas tiveram que ser reconstruídas porque não tinham condições de abrigar nenhum aluno.

A Secretaria de Educação, diz Abreu, tem descentralizado a administração dos recursos para reformas da escola. Há casos em que a diretoria da escola, acompanhada por um técnico da secretaria, organiza a reforma, contratando o prestador do serviço e apontando as necessidades mais imediatas. “Dessa maneira a própria unidade escolar gere os recursos e torna a ação mais efetiva”, ressaltou.

Fonte: Coordenação de Jornalismo da Campanha “Sou Wagner 13”

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui