Futebol feminino do Brasil começa hoje sua campanha para medalha olímpica

alt

Apesar de não ter tanto prestígio como a masculina, mulherada brasileira tem reais chances de medalha.

A expectativa finalmente terá fim e os Jogos Olímpicos irão começar. Mesmo de forma não oficial, já que a abertura é na sexta (05), as disputas dos torneios de futebol começam hoje para as mulheres e na quinta para os homens.

A seleção chinesa será a adversária de estreia das meninas do Brasil. O time brasileiro tem como destaque a maior artilheira da competição nos Jogos, a centroavante Cristiane, além de Marta, recordista de indicações e premiações de melhor jogadora do mundo.

Apesar de sempre figurar entre as principais seleções do mundo, o time de futebol feminino do Brasil ainda não tem a valorização que o seu reconhecimento deveria proporcionar. A dois dias da estreia, o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, não mostrou nenhuma empolgação com a chance de gerar mudanças. Para ele, nem o ouro olímpico vai ‘salvar’ o futebol feminino por aqui.

“Vamos supor que a gente ganhe a medalha de ouro para dar um grande impulso à modalidade. No dia seguinte, vai ter futebol feminino nas escolas? No dia seguinte, as prefeituras vão decidir fazer uma escolinha de futebol feminino? O que nos falta é isso. O incentivo social. Eu não acredito nessa responsabilidade da medalha para salvar o futebol feminino. Ele só será salvo quando todo mundo pegar e falar: ‘Vamos desenvolver realmente a modalidade do futebol feminino no Brasil”, disse o comandante da seleção.

A seleção de Vadão caiu em um grupo com China, Suécia e África do Sul. A estreia hoje contra as chinesas está marcada para as 16h.

Fonte: da Redação com informações da revista LANCE

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui