Filha adotiva de antigo dono de terras do bairro São Lourenço procura família biológica

Foto: Cléo Dantas/Perfil pessoal

Clemilda Dantas de Sena completa hoje 43 anos e mora na França com o marido e filhos. Ela conversou com o jornal OSollo porque tenta localizar sua família biológica em Teixeira de Freitas ou na região.

‘Cléo’, como é conhecida, é filha adotiva de Valdete Dantas e do senhor Lourenço Vieira de Souza, antigo dono de uma fazenda de mandioca em terras que formaram o bairro São Lourenço, nome dado em sua homenagem.

Resultado de imagem para fotos antigas de teixeira de freitas bahia

Em 1976, Cléo foi adotada ainda bebê porque sua mãe, que ela conhece apenas como “Celemência”, não teve condições de criar os muitos filhos que teve. Ela soube que era filha de criação aos 7 anos, quando sua suposta mãe lhe procurou.

Passados alguns anos, tendo 11 ou 12 anos, ela voltou procurar a filha, mas teve contato apenas com seus pais adotivos.

Além da importância que seu pai adotivo, o sr. Lourenço, teve na cidade, ela se lembra que tem um suposto primo chamado “Juarez do Pão”, pois era padeiro, e um dos seus irmãos se chama Gileno.

Cléo conseguiu sua independência e vive uma vida tranquila na Europa. Ela gostaria de ajudar sua mãe e irmãos, sonha em saber o que se passou em sua vida.

Qualquer informação sobre a história pode ser direcionada ao jornalismo d’OSollo.

4 COMENTÁRIOS

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui