Fazenda da Veracel é invadida pelo MST

Foto: Assessoria do deputado Walmir Assunção
A Fazenda Nova América, propriedade da Veracel Celulose, em Eunápolis, foi invadida por integrantes do Movimento Sem Terra (MST) na manhã do dia 28/02. Cerca de 150 pessoas entraram na área de plantio comercial da empresa, promovendo cortes de árvores. Até o momento, a empresa não recebeu nenhuma reivindicação do grupo.

A Veracel afirmou por meio de sua assessoria que mantém a postura do diálogo, renovando sua disposição em contribuir para a transformação construtiva do que define como impasse social adverso. “No entanto, tem também buscado seus direitos garantidos constitucionalmente. É importante destacar que todos os imóveis adquiridos pela Veracel são escriturados, registrados e licenciados em seu próprio nome. A escritura e o registro são feitos nos cartórios competentes e o licenciamento é obtido junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) para uma atividade produtiva, seja para plantio comercial, edificação de infraestrutura ou preservação ambiental. Além disso, o manejo florestal também atendendo padrões normativos reconhecidos internacionamelmente, como Cerflor e FSC”, diz a empresa em nota divulgada na imprensa.

MST diz que invasão faz parte da programação do Dia da Mulher

Aproximadamente 1.500 mulheres do MST invadiram a Fazenda Cedro. Segundo representantes do movimento, a invasão faz parte da programação do Dia da Mulher, celebrado em 8 de março. “É um marco na história do MST, por ser a primeira vez que as mulheres tomam a frente de uma ocupação de terras.

Concentradas desde a madrugada de domingo, as mulheres vieram de 26 assentamentos e 20 acampamentos do MST, onde estão, ao todo, 9.500 famílias, das quais só 2.500 estão assentadas”, relatou.

O diretor regional do MST, Evanildo Costa, declarou que a decisão de colocar as mulheres à frente da ocupação se deve ao fato de que, durante 10 anos, elas se reuniram em congressos e seminários, mas nunca estavam à frente das ações do movimento.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui