Fantasiados na Escola os estudantes do Cetepes apresentam o Happening

Fantasiados na Escola os estudantes do Cetepes apresentam o Happening. Fotos Ascom

Imagine a cena. Você está em um lugar comum, durante um acontecimento cotidiano e, de repente, outras pessoas a sua volta surgem de um jeito diferente, fantasiadas por exemplo, mas totalmente integradas ao ambiente e a rotina.

Os estudantes do CETEPES em Teixeira de Freitas viveram essa experiência no último dia 5, quando os alunos do 4º ano de ensino Técnico em Enfermagem surgiram caracterizados como as personagens que mais se identificam do mundo imaginário dos contos de fada, mitos e lendas e animes, mangás ( exemplo do cosplay ) e games do mundo virtual.

A modalidade artística proposta foi o Happening e o evento foi idealizado pela professora de Artes Cristina Kague.

O happening  pode ser explicado como uma expressão das Artes Visuais que incorpora-se ao meio com espontaneidade ou improvisação e que nunca se repete da mesma maneira. Apesar de ser definida por alguns historiadores como um sinônimo de performance, o happening é diferente porque, além do aspecto de imprevisibilidade, geralmente envolve a participação direta ou indireta do público espectador.

“É um momento livre, em que eles estão livres pra se apresentar como queiram, para viverem a personagem que escolheram viver”, diz a professora Cristina, que há anos incentiva essa modalidade na escola em que dá aula.  De acordo com sites de artes e fontes na internet, na pop art, artistas como Kaprow e Jim Dine, programavam happennings com o intuito de tirar a arte das telas e trazê-la para a vida.

Outro evento artístico como este está sendo preparado para lembrar a todos que o Halloween está se aproximando. O dia exato do ato ainda não foi divulgado, mas se você cruzar com uma figura macabra por aí, preste atenção, pois você provavelmente estará como espectador deste evento artístico!

Por Michele Ribeiro

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui