Famílias são beneficiadas com novas alternativas de emprego e renda

Cento e cinquenta famílias de Porto Seguro estão sendo beneficiadas com iniciativas para geração de emprego e renda, desenvolvidas pela Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social da Prefeitura de Porto Seguro. A primeira etapa do projeto foi lançada na segunda-feira, 19 de julho, no Baianão, com o início dos cursos profissionalizantes de confecção industrial, cozinha industrial e fabricação de doces e salgados.

“Serão mais que cursos profissionalizantes, pois nosso objetivo é lançar uma cooperativa com as pessoas que concluírem as aulas. Todas as famílias serão acompanhadas, sendo que os filhos deverão estar frequentando a escola e com a vacinação em dia, para que possam participar da cooperativa e ter dignidade no sustento de suas famílias”, afirmou o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social, pastor João Portela.

De acordo com Portela, os concluintes do curso de confecção industrial poderão fabricar uniformes e roupas de cama para os hotéis da cidade, enquanto os que fizerem o curso na área de alimentação poderão criar cooperativas para produção de marmitex. “Não queremos somente oferecer o curso, estamos contando com parceria do Sebrae para apoiar também na fase de comercialização. Vamos dar continuidade e acompanhamento a todas as famílias participantes, sendo que nosso objetivo é introduzir no programa 2.500 famílias até 2012”, completou.

Qualificação

Para iniciar os cursos, foram selecionados os beneficiados pelo Bolsa-Família e assistidos pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em diversos bairros e distritos, como Vera Cruz, Arraial D’Ajuda, Vila Vitória e Baianão.

Os participantes do curso de confecção industrial terão 200 horas de aula em um prédio alugado na rua Silvandi Chaves, 261, Baianão. No local, estão instaladas 24 máquinas de corte, costura e bordado industriais, sendo que algumas costuram até calçados.

Já os alunos do curso de cozinha industrial e fabricação de doces e salgados terão 60 dias de aulas teóricas e práticas nas dependências da antiga escola Pituchinha, próximo à Passarela do Álcool.

“Durante o período das aulas, todos receberão vale-transporte e lanches, além de material didático e todo apoio para esclarecimento de dúvidas e acompanhamento das atividades”, afirmou o superintende de Trabalho, Emprego e Renda, pastor Ednaldo Nery.

Oportunidade

Para a dona de casa Lucineide de Jesus Calazans, o curso de cozinha industrial é a oportunidade de sair do desemprego e ajudar o marido, que é auxiliar de pedreiro, a sustentar a casa e os dois filhos pequenos. “Eu não tenho experiência, só trabalhei em casa de família e espero com o curso poder trabalhar em algum restaurante”, afirmou a moradora do Parque Ecológico João Carlos.

O prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade, participou do evento e fez questão de ressaltar a importância de um evento como este, em que a vida das famílias começa a ser transformada. “Vocês terão mais dignidade e mais oportunidades para suas vidas e dos seus filhos. Podem contar comigo, pois meu governo é voltado para cuidar das famílias carentes de Porto Seguro”, destacou, lembrando que está dando o melhor de si mesmo para organizar a cidade e melhorar a vida da população local.

Abade destacou os grandes feitos do seu governo que, em apenas um ano e meio, vem realizando grandes obras, como a construção de cinco escolas; asfaltamento de bairros; Programa Minha Casa, Minha Vida, com a construção de 1.500 moradias; hospital para o Baianão; Mercado Municipal; e Praça da Bíblia, no local da antiga Favela da Feirinha. “Estamos trazendo um hospital de ponta, em parceria com médicos de São Paulo, que fará cirurgias cardíacas e neurológicas, melhorando muito a qualidade de vida da nossa população”, completou.

Após o discurso, o prefeito Abade participou do corte da fita e conheceu as instalações do curso de costura industrial, onde também aprendeu os primeiros passos para a operação das máquinas.

Também estavam presentes ao evento o vereador Marcos da Aurora; o gestor do Bolsa Família em Porto Seguro, pastor Jonas; a superintendente de Desenvolvimento Social, Dary Freitas; o presidente da Ordem dos Pastores de Porto Seguro, pastor Edésio Vasconcelos; o diretor da Escola Brasil Profissional, Jobílio Ferreira; além dos secretários de Administração, Lauro Setúbal; Obras, Luís Fróes; Trânsito e Serviços Públicos, Sandy Esmero; Agricultura, Geraldo Couto; Esportes, Oberdan Santos Costa; e do chefe de gabinete, Osdélio Oliveira.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui