Exposição do artista André Céo já está aberta no PátioMix

Fotos: Reprodução

Foi aberta nesta quarta-feira, 13 de novembro, Exposição Flow, do artista teixeirense André Céo.

O projeto é do Coletivo das Artes Motirô e acontece na galeria de mesmo nome, no Shopping PátioMix, parceiro na iniciativa ímpar que promove os artistas da terra e oferece ao município a oportunidade de se deleitar com a arte.

Para esta exposição, André inova e encanta com o efeito transparente da técnica aquarelista e hiper-realista que embute em suas obras. Vale muito a pena você conferir!

A Galeria Motirô fica aberta de segunda a sábado, das 14h às 22 horas; domingo, das 15h às 23 horas, no PátioMix; a exposição Flow ficará até 01 de dezembro.

Flow

A palavra que nomeia a exposição significa fluxo, o ato ou efeito de fluir, de se movimentar de modo contínuo. Neste caso, simula o fluxo da água, que é o principal elemento na técnica utilizada em suas pinturas, “a aquarela” – técnica na qual os pigmentos se encontram dissolvidos ou suspensos na água que flui de diferentes maneiras gerando várias formas e possibilidades. Flow representa todos os sentimentos e emoções que fluem de maneira natural do artista que sempre procura depositá-las nas pinturas enquanto as crias.

Conheça André Céo

André Felipe Céo Santos tem 27 anos, nascido em Itabuna, mora há 20 anos em Teixeira de Freitas. Desde criança sempre gostou de desenhar. Começou com personagens de desenhos animados e filmes que via na TV, com 10 anos de idade já ajudava as professoras na escola a fazer desenhos para a decoração de peças de teatro e brincadeiras infantis.

Jovem artista de Teixeira e com trabalhos impressionantes, aos 14 anos reconheceu talento, pois ouvia isso de todos ao seu redor. A partir daí não parou, pois via sempre o ato de desenhar como um hobby, principalmente porque foi a forma que encontrou para expressar tudo o que sentia.

A partir dos 18 anos começou a aprofundar seu trabalho em tentativas de explorar diferentes técnicas focadas no realismo e na ilustração digital, nesse meio tempo surgiu à paixão pela aquarela.

Percebendo que poderia fazer do hobby um trabalho lucrativo, André aceitou trabalhos como freelance de ilustrador em fabricantes de camisetas, pintor de caricaturas e quadros, passando a fazer da arte sua segunda profissão.

Conforme André, embora a arte seja lucrativa, o que o move mesmo é o amor por ela, é a sua forma de expressar, é como ver o mundo.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui