Eunápolis vence em Anápolis

Foto: Site Nossa Cara
O time do ECF/Eunápolis (BA), jogando muito bem e contando também com grande atuação do goleiro Weslley, conquistou grande vitória ao bater a equipe do Poker/PEC (RJ) pelo placar de 6 a 2, em confronto realizado na tarde desta quarta-feira (17/11), no ginásio Newton de Faria, na cidade de Anápolis, Goiás.

Com o resultado o clube baiano chegou aos sete pontos na disputa da chave A da Primeira Divisão da Taça Brasil de Clubes, ocupando agora a primeira colocação, depois de ultrapassar o próprio Poker/PEC, que acabou ficando na segunda colocação da chave com seis pontos ganhos.

No começo do confronto o Poker pressionou em busca da abertura do placar. O tento somente não saiu por conta de uma bela defesa do goleiro Weslley, do Eunápolis, que realizou grande defesa em finalização de Vander Carioca. Na sequência, porém, o time fluminense pagou por não ter marcado.

O clube baiano puxou rápido contra ataque pela direita, onde Aragão foi lançado em profundidade. Já na linha de fundo ele chutou cruzado para vencer Rennan e conseguir a abertura de placar. O gol animou o Eunápolis que por pouco não ampliou em chute de Maumau que carimbou a trave do time fluminense.

Aos poucos o Poker retomou o controle da partida e passou a pressionar em busca do empate, que somente não saiu pelo fato do goleiro Weslley estar em noite inspirada, realizando defesas seguras, que garantiram a manutenção da vantagem do clube baiano no intervalo de jogo.

Na segunda etapa o confronto voltou movimentado e a equipe do Poker/PEC chegou ao empate logo no começo do período. Vander Carioca recebeu bom passe de Alvim e bateu forte para o gol, contando com o desvio em um adversário para vencer o goleiro Weslley.

Mas a equipe do Eunápolis reagiu e logo voltou a ficar na frente no placar. Depois de uma sucessão de dois contra golpes – um para cada lado – no terceiro deles, a favor do time baiano, Leo recebeu grande passe na área e bateu no meio do gol para marcar o segundo tento de seu time.

O Poker voltou a atacar e teve pênalti a seu favor. Marcinho foi para a cobrança e Weslley realizou grande defesa, adivinhando o canto. O clube fluminense, então, colocou Rodriguinho como goleiro-linha, mas a tática acabou não funcionando, pois em um ataque a bola foi roubada por Foca que conduziu ao ataque e ampliou a vantagem para o Eunápolis.

No final os baianos ainda ampliaram com Foca, que chutou de longe para marcar o quarto tento do Eunápolis. O Poker esboçou mais uma reação em finalização de Rodriguinho. Nos minutos finais o time fluminense se abriu na defesa e acabou sofrendo mais um gol, em chute de Leo. No final Maumau ainda ampliou para o Eunápolis, encerrando a contagem.

Para o goleiro Weslley, grande nome do jogo, o momento crucial da partida foi o pênalti defendido. “Naquele momento, em minha opinião, foi o momento crucial, pois eles iriam empatar a partida. Todo o time está de parabéns já que conseguimos realizar o que propomos, que era explorar o contra ataque.

Fonte: Nossa Cara

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui