Eunápolis adere a campanha da UPB que denuncia crise financeira dos municípios

A prefeitura de Eunápolis aderiu, na quinta-feira (26) à campanha “Pró-Município” lançada pela UPB e, assim como a maioria das prefeituras da região e do resto do Estado, fechou suas portas. A paralisação teve o intuito de denunciar a grave crise financeira que os municípios vêm enfrentando com a queda de receita, atraso de repasses dos programas federais e a situação de falência das prefeituras. Apenas os serviços administrativos internos funcionaram.

Foto: Bahia40graus.

O prefeito Robério disse que a manifestação é uma forma de chamar atenção da população para a grave crise que o município enfrenta. “É com muita gestão, responsabilidade, planejamento e trabalho que estamos lidando com as finanças municipais desde o início do ano para que serviços essenciais não seja paralisados. Se não tivéssemos reduzido o número de secretarias, hoje Eunápolis estaria enfrentando uma crise ainda maior. Por isso, a importância de nós, prefeitos, nos unirmos para buscar uma solução para esta grave crise”, disse.

Simultâneo às manifestações em diversas cidades baianas com a adesão à paralisação, em Salvador aconteceu também uma grande marcha dos prefeitos baianos que saiu da UPB até a Assembléia Legislativa da Bahia, onde aconteceu uma audiência pública com a presença dos deputados que debaterão a pauta municipalista.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui