‘Eu prefiro papel’, responde Bolsonaro sobre voto online

Foto: Reprodução

Bolsonaro reforçou, na terça-feira, 13 de outubro, no Palácio da Alvorada, sua preferência pelo voto impresso e disse ser melhor forma para evitar fraudes em eleições.

Cercado de apoiadores do governo, o presidente foi perguntado sobre a possibilidade do voto online, pelo celular ou computador, e defendeu o voto no papel. “Eu prefiro papel. O papel, acoplado ao eletrônico, é a forma ideal de não ter fraude em eleições”, disse Bolsonaro.

Sobre o voto por aplicativo no celular, o presidente afirmou não ter conhecimento sobre o assunto, mas disse que a possibilidade de haver fraudes existe.

“No telefone não sei como seria, não tenho conhecimento. Mas, no dia das eleições, pode aparecer um cara do lado, comprar o voto de uma pessoa, e essa pessoa votar ali na hora. Isso pode acontecer”, argumentou.

Um dos apoiadores de Bolsonaro lembrou que, nos Estados Unidos, o voto também é impresso. “Não precisa falar mais nada, né”, respondeu o presidente.

Nas eleições deste ano, o voto será presencial, na urna eletrônica. No entanto, o TSE disponibilizou no final de setembro o aplicativo e-Título, que permite ao eleitor poder justificar a ausência nas Eleições Municipais de 2020 de forma online, usando smartphones e tablets.

Até então, era preciso comparecer a um colégio eleitoral no dia do pleito ou ao cartório até 60 dias depois e pagar uma multa de R$ 3,51 por turno para não ter o título cancelado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). É possível fazer o processo também via internet.

A justificativa pelo aplicativo tem como objetivo auxiliar os eleitores que estiverem fora do domicílio eleitoral ou estiverem impedidos de votar nos dias 15 e 29 de novembro. O pleito foi adiado por causa da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: R7 Brasil

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui