Estudantes da UFSB protestam contra proposta de reorganização de cursos

Fotos: Representação discente do BI Saúde

Estudantes da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) realizaram uma paralisação em frente ao campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro, nesta quarta-feira, dia 20, em razão de diversas pautas discutidas após assembleia.

O Diretório Acadêmico (DA) e a representação discente do Colegiado do Bacharelado Interdisciplinar (BI) em Saúde manifestaram contra a gestão da universidade sobre a situação acadêmica dos alunos.

O protesto ocorreu sem o uso da violência física ou verbal

Em carta emitida pelo DA e representação discente, foram elencados os motivos do protesto. Entre eles, está uma proposta de reorganização de cursos do Primeiro Ciclo, apresentada pela reitoria da UFSB durante uma reunião feita em Itabuna no dia 18.

No modelo apresentado pela reitoria, seriam excluídos dois bacharelados do campus de Itabuna, um de Porto Seguro (sendo esse, o de Saúde), e dois bacharelados de Teixeira de Freitas, além de três licenciaturas com nota 5 no MEC.

O protesto ocorreu durante a tarde até a noite

A maioria dos alunos foi contra essa reestruturação, sob a alegação de que “em nada agrega benefícios para a comunidade acadêmica, tampouco para o território, limitando assim as pessoas que deveriam fazer parte dessa comunidade – os nativos do território – de poderem ter acesso a Academia perto de suas residências originais“.

Ainda conforme a carta, os estudantes pautaram a proposta de normalização e divisão de vagas por campus e o fechamento da entrada de novos estudantes no BI Saúde no ano de 2020.

Manifestação em prol do requerimento de instâncias necessárias para o funcionamento íntegro da Universidade

O jornalismo d’OSollo fez contato com a assessoria de comunicação da Universidade.

Veja aqui: UFSB esclarece motivos de proposta de reestruturação acadêmica e administrativa

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui