Estudante de medicina da UFSB é selecionada para estágio no Rio de Janeiro

Estudante de medicina da UFSB é selecionada para estágio no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

A estudante de medicina Aline Prates Correia, membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde (NEPS) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) de Teixeira de Freitas, foi selecionada pelo Programa Aristides Pacheco Leão, oferecido pela Academia Brasileira de Ciências e patrocinado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Ela vai participar de um dos estágios de treinamento realizados durante o período das férias acadêmicas de verão (15 de janeiro a 28 de fevereiro de 2019), em regime de tempo integral. A continuidade do trabalho iniciado durante o estágio é aspecto importante do programa e deve ser estimulada após o retorno dos universitários às suas instituições de origem.

O estágio acontecerá no laboratório da professora, pesquisadora e médica Eliete Bouskela, na cidade do Rio de Janeiro.  A área de estudo será microcirculação (doenças cardiovasculares).

Aline diz reconhecer o valor dessa oportunidade e o orgulho em poder ampliar os seus caminhos. Para conquistar uma vaga no programa, ela passou por etapas como análise do currículo e da carta de intenção. Ela ainda ressalta que seu percurso na área da pesquisa tem relação direta com a aprendizagem adquirida como bolsista de iniciação científica no grupo de pesquisa da UFSB sob orientação da professora Grasiely Faccin Borges, no período de 31 de julho de 2017 a 31 de agosto de 2018.

A estudante colaborou com o projeto Estudo da Pressão Arterial e Modulação Autonômica Cardíaca em Idosos atendidos por uma Estratégia Saúde da Família em Teixeira de Freitas – BA, apoiado por edital da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) como bolsista no plano de trabalho Nível de Atividade Física de Idosos atendidos por uma Estratégia Saúde da Família em Teixeira de Freitas – BA. “A participação no Núcleo de Pesquisas em Saúde, somado ao trabalho nesse projeto como bolsista me possibilitou aumento de currículo, que foi item considerado na seleção”, avalia.

Na opinião da estudante, ganhar experiência em pesquisa é essencial em seu percurso acadêmico. Além disso, trabalhar com a professora Eliete Bouskela, membro titular da Academia Brasileira de Medicina e membro da Academia Francesa de Medicina será de grande valor para aprendizagem e aprimoramento profissional.

Os recursos financeiros do Programa provêm de auxílio concedido pela Capes e Grupo Folha à ABC, na forma de uma bolsa no valor de R$ 4.480,00 e passagens de ida e volta entre as instituições de origem dos universitários e os laboratórios dos Acadêmicos. A ABC não providencia acomodação, transporte ou alimentação para os estagiários.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui