Especulação do mercado deixa produtores otimistas para valorização do café

Especulação do mercado deixa produtores otimistas para valorização do café. Foto reprodução
Categoria espera que este ano seja igual 2002, quando houve valorização de 200%
Está acontecendo de novo como foi no ano de 2002 a especulação do mercado do café, que resultou no maior mercado flutuante de café em pouco espaço de tempo, subindo em até 200% após poucos meses de queda. Naquela época em que o café custava R$ 47,00 e subiu rapidamente para R$ 152,00 a saca.

Neste ano, começa a se repetir o mesmo cenário de especuladores ventilando rumores que o café poderia chegar a R$ 220,00 forçando a venda imediata do produtor, para depois ir ao mesmo disparo de mercado do ano de 2002, chegando à beira de 100%, voltando o cenário daquela época.

Agricultores experientes acreditam que o café nos próximos meses deverá chegar, no mínimo, a R$ 450,00 a saca, pela demanda de investidores começarem a comprar o produto como aplicação e especulação em grandes proporções de moeda financeira, pelo fato da valorização ser rápida e correr menos riscos a longo prazo no plantio.

“Há também uma mobilização de produtores no Sul da Bahia, de não venderem o café em um baixo preço e estão dispostos a enfrentar barreiras, desfazer de algum patrimônio para segurar o café” destacou um produtor rural.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui