Encontre o que você procura!

“Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?” (Mateus 6.28-30)

Seguir a Cristo é aprender, dia a dia, que o que nos é dado por Deus é sempre, infinitamente, incomparavelmente melhor do que aquilo que conquistamos ao preço de nosso afastamento d’Ele, de nossa infidelidade a Ele. Todo esforço que possamos fazer para alcançar algo que julgamos valer a pena, ao final nos frustrará, se essa jornada foi feita em contradição ao convite de Cristo para segui-lo. A questão diante da qual todo seguidor de Jesus se vê, é crer realmente nisso – que as dádivas e propósitos de Deus são melhores! Tão melhores que compensam negar nossa própria vontade. E isso será necessário, pois como advertiu Jesus, se não estamos dispostos a dizer não a nós mesmos, não conseguiremos segui-lo (Lucas 9.23).

Seguir a Cristo, se escolhemos realmente segui-lo, nos colocará em jornada para aprender a crer nas intenções divinas. Conceitualmente podemos concordar que a visão de Deus é melhor que a nossa. Concluir isso não é tão fácil. O problema é que em nosso dia-dia não é somente a razão que atua. Atuam também, e intensamente, nossos desejos e nossas ambições. E elas sempre prometem muito mais do que realmente entregam. O apóstolo João, já experimentado na vida, concluiu o seguinte sobre nossas paixões e a vontade de Deus: “O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (1 João 2.17). Passar e permanecer não referem-se apenas a tempo de duração. A vontade de Deus nos satisfaz, enquanto a cobiça daqui nos deixa insatisfeitos.

Seguir a Cristo é crer e descansar, viver conforme os preceitos do Reino de Deus. Eles são uma contradição ao estilo e ao ritmo de vida dessa nossa sociedade apressada e cansada, ansiosa e inquieta. Em que tudo que se conquista é de curta duração, não satisfaz. Que nos diz para trocar sempre e mais, seja um produto, seja a aparência ou mesmo um relacionamento. A vida que tanto desejamos só a encontraremos em Cristo e vivendo pela fé. Dia a dia, escolha a escolha. Ela se realiza de dentro para fora e nos prepara para muito mais do que o próximo momento. Nos prepara para a eternidade. É assim seguir a Cristo!

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui