Empresas decidem não vender refrigerantes nas escolas

alt

As empresas Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil fecharam um acordo para não comercializar refrigerantes nas escolas para crianças de até 12 anos. De acordo com O Globo, a justificativa usada pelas gigantes da bebida industrializada é que esse público não tem maturidade suficiente para decidir sobre seu consumo. O acordo estabelece o comércio apenas de água mineral, suco 100% da fruta, água de coco e alguns lácteos. Os produtos que lançarem futuramente entrarão apenas na lista se seguirem critérios nutricionais específicos.

 

Fonte: Portal Uol

Foto: Reprodução

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui