Empresário itamarajuense Eliazart Borges é assassinado na cidade do Prado

(Foto: Teixeira News)
O empresário da construção civil oriundo do município de Itamaraju e um dos membros do Diretório do Partido dos Trabalhadores de Jucuruçu, Eliazart Santos Borges, o Zafim, de 44 anos de idade, foi assassinado com cinco tiros à queima roupa por volta das 22h deste domingo, 30, na cidade do Prado, para onde tinha mudado recentemente.

Informações obtidas com exclusividade pelo Teixeira News dão conta que Zafim já vinha sendo monitorado pela polícia, pelo fato de o mesmo quase que diariamente acompanhar a chegada de um ônibus oriundo da cidade de Ilhéus. O carro de linha sempre chegava após a meia noite, instante que Zafim sempre estava no Terminal Rodoviário do Prado. Ele foi visto várias vezes deixando o local após a chegada desse ônibus.

Em 2008 o empresário Eliazart Santos Borges, se envolveu em denúncias de corrupção em Guaratinga, na gestão do então prefeito Ezequias Viana Braga. Na época a empresa Eliazart Santos Borges e Cia Ltda., que levava o mesmo nome do proprietário, com sede à Rua Itamaraju, s/nº, na cidade de Jucuruçu, venceu licitações em Guaratinga que totalizaram R$ 972.712,24, que seriam para obras de recuperação de estradas no interior do município. O caso foi parar na Câmara de Vereadores, pois apesar dos valores terem sido pagos, as obras não teriam sido executadas.

O homicídio

Segundo informações prestadas pelo 4º Pelotão da Polícia Militar do Prado, o empresário Eliazart Santos Borges, de 44 anos de idade, estava lanchando num pequeno quiosque da praça de alimentação da cidade, quando dois homens se aproximaram numa motocicleta. Um deles desceu da moto, certificou que se tratava de Zafim e disparou quatro tiros em sua direção, que acertaram-lhe o tórax e cabeça.

Ainda agonizando, Zafim foi socorrido pelos policiais militares e levado para o Hospital Jonival Lucas, na própria cidade do Prado, onde já chegou sem vida. A arma usada para matar Zafim foi um revólver calibre 38 e, pelos estragos provocados, principalmente na cabeça da vítima, acredita-se que tenha sido um revólver reforçado. Um dos tiros que atingiu a cabeça de Zafim transfixou e houve perda e massa encefálica.

Logo após constatada a morte no Hospital Municipal Jonival Lucas, em Prado, o corpo de Zafim foi removido ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues de Itamaraju (IML), para realização dos exames de necropsia.

Em empresário Zafim tinha se mudado recentemente para a cidade do Prado, onde residia no Bairro Novo Prado, região do mercado municipal. Eliazart Santos Borges, o Zafim, de 44 anos de idade, era natural de Itamaraju, região do Distrito de Nova Alegria e integrava uma das famílias mais tradicionais do município.

A delegada Rosângela Santos, titular da Polícia Civil do Prado, já determinou a instauração de um inquérito policial que está investigando motivação e autoria do crime de homicídio.

Inicialmente foi cogitada a hipótese do crime ter sido motivado por um suposto envolvimento de Zafim com o tráfico de drogas, mas a família dele nega veementemente esta informação.

 

Fonte: Ronildo Brito / Teixeira News

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui