Emiliano José receberá título de Cidadão Baiano na quinta-feira

A Assembléia Legislativa da Bahia entrega, no próximo dia 6 de maio, às 15h, no Plenário da Casa, o título de Cidadão Baiano ao jornalista, professor, escritor e ex-deputado federal Emiliano José (PT). O título foi proposto em fevereiro de 2008 pela bancada estadual do PT e aprovado por unanimidade. Emiliano já havia recebido a honraria Cidadão de Salvador proposta, em 1996, pela então vereadora Yolanda Pires, juntamente com a bancada municipal do PT.

“O título é um reconhecimento da Bancada do PT e de todos os deputados da Assembleia ao que Emiliano representou e representa como cidadão e político na luta pela justiça social na Bahia e no Brasil”, ressalta o líder do PT, deputado Paulo Rangel.

Emiliano José, paulista de nascimento, escolheu a Bahia para fincar raízes, estudar, lecionar, exercer a cidadania. Por combater a ditadura, aqui foi encarcerado por longos quatro anos. Com a Anistia, poderia ter retornado a São Paulo, onde estavam seus familiares e onde mantinha relações políticas por ter sido vice-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES).

Emiliano fez opção pela Bahia. Aqui construiu sua família. Trabalhou nas redações dos jornais Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, nas sucursais dos jornais O Estado de S. Paulo, O Globo, revistas Afinal e Visão. Na imprensa de resistência participou de Opinião, Movimento, Em Tempo e Invasão. E até hoje mantém laços com a imprensa escrevendo regularmente para o jornal A Tarde, para o site da revista Carta Capital e para a revista Teoria e Debate, da Fundação Perseu Abramo.

Na UFBA, Emiliano José se graduou na Faculdade de Comunicação como jornalista, onde obteve os títulos de Mestre e Doutor. Lecionou por 25 anos e aposentou-se.

Emiliano foi deputado estadual constituinte pelo PMDB em 1988, quando se notabilizou pela inclusão na Constituição da Bahia de artigos em defesa da cultura e da religião negra. Foi eleito vereador pelo PT em 2000 e exerceu novo mandato de deputado estadual entre 2003 e 2006, quando presidiu a Comissão para Assuntos da Comunidade Afrodescendente (CECAD), dedicando-se à luta contra o racismo.

Seus mandatos parlamentares foram marcados pela intransigente defesa do patrimônio público e da moralidade administrativa e pela defesa dos interesses das classes populares. Participou, portanto, ativamente, do movimento político e social que levou à vitória do governador Jaques Wagner, do qual foi Assessor de Gabinete por dois anos. Como suplente, exerceu o mandato de deputado federal em 2009.

Fonte: Ascom do deputado federal Emiliano José

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui