Em seminário, Amurc e Uesc debatem gestão pública pós-pandemia

Evento, entre os dias 7 e 11, será transmitido por plataformas da associação de municípios e da universidade

Foto: Divulgação

Mudanças que precisarão ser implementadas na esfera pública no cenário pós-pandemia é o foco do 2º Seminário Novos Gestores. O evento é promovido pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Acontece entre os dias 7 e 11, das 10h às 12hs, via plataformas digitais do Youtube e Zoom.

De acordo com o presidente da Amurc, Aurelino Cunha, o seminário pretende discutir com os atuais e futuros gestores uma nova perspectiva de pensar a gestão pública da região entre 2021 e 2024, período do mandato dos prefeitos eleitos em 15 de novembro. “Os gestores têm a perspectiva de saírem mais fortalecidos desse momento, garantindo assim, eficiência, inclusão social, economia de recursos, ganho de produtividade, novas parcerias e, principalmente, aprimoramento da qualidade dos serviços públicos”, destacou.

Serão debatidas alternativas coletivas para que a gestão pública possa viver o “novo normal”, com a apresentaçaõ aos gestores (as) das parcerias desenvolvidas pela associação e pelo consórcio de municípios do Território Litoral Sul. O secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, explicou que serão demonstrados aos novos gestores a importância da associação e do consórcio na Gestão Municipal.

O reitor e o vice-reitor da Uesc, respectivamente Alessandro Santana e Maurício Moreau, relataram que no seminário Novos Gestores haverá uma exposição sobre os programas e projetos da universidade, como o Agir (Apoio Institucional e Gerencial às Prefeituras do Território Litoral Sul) e o Amaná, em parceria com a Amurc.

“O programa Amaná, que é de incentivo a recuperação financeira e econômica da Região Cacaueira, tem como foco, micro e pequeno empresário e empreendedores”, destacou Alessandro Santana. O jurista municipalista Jeffiton Ramos será um dos palestrantes do seminário.

Foto: Divulgação

Fonte: Bahia.Ba

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui