Diretores de Escolas participam da oficina de qualificação do PDDE em Mucuri

Diretores de Escolas participam da oficina de qualificação do PDDE em Mucuri. Foto: Ascom

Gestores de 55 escolas da Secretaria Municipal de Educação de Mucuri participaram na terça-feira, 20 de abril, da oficina do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Caixa Escolar. Trata-se de uma ferramenta de apoio à gestão escolar destinada a todas as unidades públicas de ensino do país em relação à aplicação e prestação de contas do PDDE.

O encontro ocorreu em três momentos: às 09h na Escola Raul Gazzinelli, em Mucuri, com os gestores da sede. Às 14h na Subprefeitura de Itabatã com os gestores dos distritos e povoados. E às 15h30, novamente na Escola Municipal Raul Gazzinelli em Mucuri somente com os gestores do distrito de Itabatã.

Foto: Ascom

A proposta é facilitar a adesão de diretores escolares aos programas do MEC, centralizando informações relativas às diferentes ações, além de fomentar a participação da comunidade escolar nas decisões sobre a destinação dos recursos do PDDE, condicionando o recebimento desses recursos à elaboração de metodologia de planejamento participativo do PDDE Interativo. Na sequência, o plano é encaminhado ao MEC, que repassa ao FNDE para liberação dos recursos necessários para a unidade de ensino.

Conforme o advogado e professor Dalmo Costa de Souza, secretário Municipal de Educação de Mucuri, a oficina é uma importante ferramenta de apoio à gestão escolar, para todas as unidades públicas de ensino. Para ele, o objetivo dessa qualificação para lidar com os recursos do PDDE é a melhoria da infraestrutura física e pedagógica, o reforço da autogestão escolar e a elevação dos índices de desempenho da Educação Básica. E lembra que o trabalho foi pautado na melhor qualificação dos gestores das escolas de Mucuri, conforme prevê o modelo administrativo do governo do prefeito Roberto Carlos Figueiredo Costa “Robertinho” (D EM), confirmando uma gestão democrática da educação, com planejamento e transparência na aplicação dos recursos federais.

Foto: Ascom

“Essa oficina teve o intuito de chamar o diretor, neste momento, para quando retornar à escola fazer a elaboração do plano estratégico do PDDE Interativo, com transparência, democracia e participação de toda a equipe escolar. O importante é que não fique tudo centralizado no diretor para construir as estratégias. Com isso, vamos alcançar um bom desempenho no IDEB”, analisou o secretário de educação Dalmo Costa, ressaltando a expectativa de que haja um salto fundamental nos indicadores do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

Foto: Ascom

Ele explica que para a educadora, o recurso é excelente para a melhoria do trabalho. “O PDDE é um instrumento para quem trabalha uma gestão democrática e participativa. Essa ferramenta agora é online. Hoje, nós vamos na internet e está tudo online. À medida que nós respondemos o sistema, ele aponta depois quais são os problemas nas escolas, as fraquezas, onde vamos montar nosso plano para combater nossas deficiências. E, além disso, depois de todo esse trâmite, um Grupo de Trabalho (GT) instalado na escola poderá verificar as ações para resolver as problemáticas da unidade de ensino”, destacou o secretário Dalmo Costa.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui