Diocese Teixeira de Freitas/Caravelas celebra abertura do Ano Jubilar

Diocese Teixeira de Freitas/Caravelas celebra abertura do Ano Jubilar. Fotos: Pascom

Com muita alegria, o povo da Diocese Teixeira de Freitas-Caravelas/BA se reuniu neste domingo, 18 de julho, para dar início ao Ano Jubilar Diocesano. A abertura foi feita por meio de uma Missa realizada na Igreja Matriz de São José Operário, em Teixeira, às 09h30, presidida pelo Reverendíssimo e Excelentíssimo Dom Jailton de Oliveira Lino, bispo diocesano, e concelebrada pelo clero diocesano. Em virtude da pandemia de Covid-19, a celebração contou com um número reduzido de fiéis, tendo a participação de representantes das paróquias da diocese, assim como religiosos(as), consagrados(as) e seminaristas.

Este Ano Jubilar ocorre em comemoração aos 60 anos de criação da Igreja, a serem celebrados em 23 de julho de 2022, com a Missa de encerramento. O lema escolhido para este ano: “Avancem para as águas mais profundas”.

No início da Celebração, o Reverendíssimo Padre Roberto, Chanceler do bispado, leu o Decreto de Abertura do Ano Jubilar na Diocese de Teixeira de Freitas/Caravelas, que foi dado e passado nesta Cúria Diocesana, aos 29 de junho de 2021, na Solenidade de São Pedro e São Paulo. Confira o edital na íntegra. Em seguida, Dom Jailton recebeu das mãos do casal Ali Abutrabe Neto e Cida Venturim o Círio Jubilar onde foi aceso.

Dom Jailton, antes de proferir a homilia, saudou o clero diocesano que estava presente, assim como os padres, que, por motivos de saúde, não puderam estar.

Em sua homilia, Dom Jailton contou sobre a criação da Diocese, e sobre a origem da celebração de um Jubileu. “O Jubileu na nossa tradição católica tem duração de um ano, e consistia no perdão dos pecados daqueles que cumprem certas disposições eclesiais estabelecidas pelo Papa, em sua proclamação das indulgências aos fiéis”, disse.

Falou também sobre a complexidade do tempo que estamos vivendo: “Estamos em alto mar com turbulências e tempestades, mas é preciso chegar ao Porto Seguro”. E explicou o motivo da escolha da matriz de São José para receber a Missa de Abertura do Ano Jubilar: para os católicos, este é o Ano de São José. Por fim, informou que será um ano intenso de celebrações, “e que somos convidados a avançarmos para águas mais profundas”.

Sobre a Diocese Teixeira de Freitas-Caravelas:

A Diocese de Caravelas foi criada pelo Papa João XXIII, em 21 de julho de 1962, sendo sua 1ª sede em Caravelas. Posteriormente denominada Diocese de Teixeira de Freitas/Caravelas, pelo Decreto da “Sacra Congregatio Pro Episcopis” de 18 de abril de 1983, tendo como atual a cidade de Teixeira de Freitas. A Diocese está confiada ao seu quarto Bispo, Dom Jailton de Oliveira Lino. A diocese está localizada no Extremo Sul baiano e pertencente a região nordeste III do Brasil, fazendo divisa com os estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Atualmente é composta por 13 Municípios: Alcobaça, Caravelas, Prado, Itamaraju, Jucuruçu, Nova Viçosa, Mucuri, Medeiros Neto, Itanhém, Ibirapuã, Vereda, Lajedão e Teixeira de Freitas (sede).

Nome do 1º Bispo: Dom Filipe Tiago Broers, OFM
Nome do 2º Bispo: Dom Antônio Eliseu Zuqueto, OFMCap
Nome do 3º Bispo: Dom Carlos Alberto dos Santos
Nome do 4º e atual Bispo: Dom Jailton de Oliveira Lino, psdp

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui