Dia do Escritor: entrevista com a professora que lançou livro sobre seu cachorro de estimação em Teixeira

Katrine Carvalho, autora do livro “Fred: o labrador amarelo”. Fotos: Arquivo pessoal

Neste dia 25 de julho, o jornal OSollo homenageia aqueles que se dedicam às palavras escritas. Nesta data, é comemorado o Dia do Escritor.

Seja qual for o gênero textual, os escritores são os detentores da habilidade de entreter e informar os leitores. Tarefa que requer dedicação, tempo, criatividade e conhecimentos gerais.

Katrine Carvalho é uma dessas pessoas iluminadas, cujo trabalho com a literatura ganhou forma em um livro infantil. Ela nasceu em Itabuna, mas mora em Teixeira de Freitas desde criança. Em entrevista a’OSollo, ela contou um pouco sobre sua trajetória como escritora.

Ela atua profissionalmente como professora

Atuando na área da educação desde os 19 anos, ela conta que sempre se interessou pelas diferentes literaturas, mas a infantil a encantou devido ao seu próprio trabalho. Contribuir como autora de um livro sempre foi uma intenção.

Fred: o labrador amarelo

Sua primeira publicação foi Fred: o labrador amarelo. O livro foi lançado de forma independente, no dia 5 de maio, em uma tarde de autógrafos aberta ao público na Sorveteria D’Sun.

O cachorrinho Fred da vida real

A inspiração veio do seu próprio cachorro de estimação, que tem o mesmo nome do personagem animal. Um colega de trabalho, também escritor, a incentivou para que o relato virasse obra.

“Fred” é um filhote de labrador que é separado de sua mãe e vai morar com sua nova família. A história é uma mistura de ficção e com fatos do cotidiano, trazendo as peripécias do cãozinho na sua nova casa.

Todo trabalho até o livro ser lançado durou cerca de seis meses, desde a escrita. As ilustrações são da desenhista Bruna Maciel, moradora de Fortaleza (CE), e Katrine nunca a conheceu pessoalmente.

Elas iniciaram a parceria via rede social e foram montando o material por meio de e-mails e aplicativos de troca de mensagem.

O fascínio pela leitura

Mas o livro não foi a primeira produção de Katrine. Desde a sua adolescência, ela escreve diários, relatos de rotina, histórias diversas.

Dizem que quem não fala muito é observador. Minha inspiração vem de observar, pessoas, fatos do dia-a-dia, situações e atitudes de pessoas e coisas ao redor. Sempre tem algo interessante que pode virar um texto, uma história”, disse a escritora.

Relatos do cotidiano que inspiram histórias fascinantes

Katrine também contou que gostaria de fazer novas publicações e deixou sua mensagem a potenciais escritores:

Agora, com a ascensão da tecnologia, vejo muito tempo sendo gasto com o mundo virtual, que oferece um leque de distrações.  Como professora, tento estimular meus alunos ao hábito da leitura, mas isso também é um trabalho da família”, comentou.

E finalizou: “O mundo da leitura é fascinante. Dedicar um pouco do tempo para conhecê-lo pode ser uma viagem sem volta e sem arrependimentos – pode apostar! Eu escrevo para mim mesma e compartilho com as pessoas. Você que queira compartilhar suas ideias também através da escrita, descubra sobre o que gosta de escrever, qual seu perfil e mergulhe de cabeça. Tenho certeza de que dará certo!”.

Acompanhe os perfis no Instagram:

Katrine Carvalho @carvalhokk
Bruna Maciel @abaiaonoinsta

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui