Dia das mães

No mês de maio celebramos o dia das mães e aproveitando a data, gostaria de homenageá-las e ressaltar seu valor em nossas vidas. Não é a toa que na Bíblia, a palavra mãe seja mencionada quase 300 vezes e diversas mães tenham seu papel tão louvado. Exemplo maior disto é Maria, cujo coração submisso agradou a Deus e isto a fez ser a mãe de Jesus Cristo.

Sobre Maria estava a incumbência de criar e educar o Salvador e sobre todas as mães há essa responsabilidade de preparar os filhos para a vida, em seus momentos bons e ruins. Não consigo imaginar a dificuldade que seja transmitir valores, conhecimento e disciplina para um indivíduo em formação.

Confesso que nem sempre valorizo todo o esforço que minha mãe, Tatiana, faz em meu favor. Gostaria de aproveitar para agradecê-la por me carregar aqueles nove meses, por ter me ensinado a ler e a gostar, pelas noites perdidas quando estive doente, pela paciência nas turbulências da adolescência e por alguns milhares de itens que dispensam ser listados, mas que são reconhecidos por mim e que representam atitudes suas que contribuíram imensamente na formação do meu caráter e fizeram – me chegar até aqui.

Ser mãe vai além de uma gestação; mãe é a mulher que acolhe e dá amor. Dizem que o maior tipo de amor é o materno, mas só sendo mãe para saber; Então às que já podem desfrutar deste amor, meus sinceros parabéns. Espero compartilhar disto com vocês um dia. E a todos que são filhos, peço que valorizem este presente que há em suas vidas e se possível diariamente façam o que elas esperam de nós: agradeçam e digam ‘mãe, eu amo você.’

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui