Dia das Mães: a data no Brasil e no mundo

Com um pouco de história e conhecimento, OSollo deseja a todas as mamães um Feliz Dia das Mães

Mãe é amor em todo o tempo. Foto: Freepik

“O segundo domingo de maio é consagrado às mães, em comemoração aos sentimentos e virtudes que o amor materno concorre para despertar e desenvolver no coração humano, contribuindo para seu aperfeiçoamento no sentido da bondade e da solidariedade humana.”

Assim declara o decreto de número 21.366, assinado pelo então presidente Getúlio Vargas (1882-1954) e publicado em 5 de maio de 1932.

O documento ainda tece três considerações para justificar a lei: “que vários dias do ano já foram oficialmente consagrados à lembrança e à comemoração de fatos e sentimentos profundamente gravados no coração humano”; “que um dos sentimentos que mais distinguem e dignificam a espécie humana é o de ternura, respeito e veneração, que evoca o amor materno”; e “que o Estado não pode ignorar as legítimas imposições da consciência coletiva, e, embora não intervindo na sua expressão, e do seu dever reconhecê-las e prestar o seu apoio moral a toda obra que tenha por fim cultuar e cultivar os sentimentos que lhes imprimem, força afetiva de cultura e de aperfeiçoamento humano”.

Mas, a história aponta que, na antiguidade, a valorização da maternidade era concomitante ao início da primavera. Há registros de que, na Grécia Antiga, a entrada da estação era festejada em honra a Reia, a mãe dos deuses.

Mas, a data celebrada no Brasil e nos Estados Unidos – o segundo domingo de maio – não é unanimidade em todo o mundo contemporâneo.

Comemoram nesta data também países como África do sul, Chile, China, Dinamarca, Austrália, Itália, Japão, Cuba, Venezuela, Finlândia, Bégica e outros. Em Portugal, por outro lado, a celebração ocorre no primeiro domingo de maio – assim como em Angola, Moçambique, Espanha, Cabo Verde, Hungria e Lituânia.

Noruegueses dedicam às mães o segundo domingo de fevereiro. Franceses e suecos, o último domingo de maio. Na Argentina e na Bielorrússia, o que vale é o terceiro domingo de outubro.

Tanto na Palestina como no Líbano, preserva-se o costume ancestral: Dia das Mães coincide com o primeiro dia da primavera.

Alguns países têm datas fixas para o Dia das Mães, independentemente do dia da semana. Na Bolívia, por exemplo, é o dia 27 de maio. Rússia, Sérvia, Montenegro, Romênia e Bulgária preferem o 8 de março.

Na Eslovênia, é dia 25 de março. Egito, Síria e alguns países árabes homenageiam as mães em 21 de março. Bélgica e Costa Rica usam o 15 de agosto, mesmo dia em que católicos celebram a Assunção de Nossa Senhora. Na antiga Iugoslávia, a comemoração era feita sempre duas semanas antes do Natal.

Fato é que culturas diversas, países diferentes, celebram um dia inteiro dedicado às mães, mas, todos, no mundo inteiro, precisam ser unânimes em uma coisa: o amor e o respeito a estas mulheres devem ser expressados em palavras e gestos todos os dias, independente de o calendário exigir.

Ame sua mãe, cuide dela, diga e demonstre o quanto ela é importante todos os dias.

E, hoje, aproveite o momento para um chamego a mais em quem te ama incondicionalmente.

Feliz Dia das Mães!

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui