Devido à estiagem, Medeiros Neto está em situação de emergência

Foto: Ascom

Nesta quarta-feira (7), O Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu, em mais dois municípios do extremo sul baiano, estado de emergência.

Na publicação, a cidade de Medeiros Neto aparece em situação de emergência por conta da forte estiagem na região, que ocorreu nos primeiros meses do ano, deixando localidades como Vila Mutum e Itupeva em situação de seca extrema, comprometendo, inclusive, o abastecimento de água potável no povoado da Vila Mutum que, até a presente data, não possui água suficiente para o abastecimento de sua população.

Ainda de acordo com informações da ADAB, neste longo período de estiagem, ocorreu uma enorme perca do rebanho bovino da região e prejuízos de valores consideráveis na agricultura. Nos últimos dias, o município ainda tem recebido visitas da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural – BAHIATER (antiga EBDA).

Muito embora a estiagem tenha passado, essas regiões ainda sentem os sintomas da seca, pois atingiu riachos, açudes e córregos, e levou nascentes e poços à extinção total.

Com o reconhecimento do Ministério da Integração Nacional, do estado de emergência, o município se torna apto ao recebimento de políticas de recuperação de nascentes, construção de açudes, barragens e perfuração de poços e visa especialmente a prevenção, no sentido de adotar medidas para que isso não mais aconteça nessas localidades.  A portaria vale pelos próximos 180 dias.

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui