Deputada solicita ao secretário mais investimentos no turismo

Vice-presidente da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembleia Legislativa da Bahia, a deputada Ângela Sousa (PSD) participou na manhã de terça-feira, 12, da audiência pública com o secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, que teve como objetivo foi discutir as novas perspectivas para o futuro do turismo na Bahia. Durante a reunião a deputada estadual solicitou novos investimentos para o desenvolvimento do turismo na Costa do Cacau, uma vez que a região também tem um importante destino turístico do país e tem nesse segmento um grande vetor de desenvolvimento econômico e social.

Outra solicitação importante da deputada estadual Ângela Sousa foi o comprometimento do Governo do Estado no apoio e incentivo aos eventos evangélicos que tem atraído cada vez mais turistas para as cidades baianas. Dados do IBGE revelam que 42,3 milhões de pessoas, o equivalente a 22,2% da população brasileira, são evangélicas. E para atender essas pessoas são realizados importantes eventos, como a Marcha para Jesus, que é realizada em diversas cidades baianas, atraindo milhares de turistas e movimentando a economia desses municípios. “Mas é preciso que esses eventos contem com o apoio do poder público”, ressaltou.

Já com relação a Rota do Chocolate no Sul da Bahia, Ângela Sousa informou que os municípios de Ilhéus, Itabuna, Uruçuca, Itacaré, Una, Canavieiras e Santa Luzia, que compõem a Costa do Cacau, possuem uma rica história e verdadeiros santuários ecológicos tropicais com dezenas de quilômetros de praias sombreadas por denso coqueiral, grandes áreas de manguezal e belíssimas fazendas de cacau, que tem atraído a atenção de milhares de turistas. “As fazendas de cacau baianas são encantadoras e possuem trilhas que levam a cenários majestosos, banhos em quedas d’água, em piscinas naturais e rio para a prática de esportes radicais. Tudo isso sem contar roteiro visitas a fábricas de chocolate, lojas de artesanato e ainda museus e os casarões-sede das fazendas”, destacou a deputada. Mas, segundo ela, é preciso divulgar esses roteiros e incentivar esse tipo de turismo para consolidar de fato como uma alternativa econômica para a região.

De acordo com o secretário de turismo, o principal feito do Governo do Estado e da Secretaria de Turismo, nos últimos seis anos, foi transformar o turismo numa política de Estado e hoje a Bahia é o principal destino turístico do nordeste brasileiro, contando com 11 milhões de visitantes anualmente. A Setur, segundo ele, tem por objetivo ainda promover as tradições e fazer o turismo da Bahia dar um salto com novos produtos, atraindo eventos como o GP Bahia Stock Car, Enoturismo (turismo de vinho, gastronomia e as belezas do São Francisco), Festival da Independência, Réveillon da Bahia, Carnaval; Espicha Verão e o São João, a maior festa regional do Brasil. Tudo isso, além de impulsionar os investimentos no turismo religioso, turismo étnico-afro e turismo náutico, visto que a Bahia é o melhor lugar do Brasil para a prática de esportes náuticos.

A secretaria, conforme explicou Domingos Leonelli, também contribuiu com a qualificação de 14 mil profissionais do turismo, num investimento de 17 milhões de reais, aumentou em 100% o desembarque de passageiros, investiu no turismo rural, com 84 novos empreendimentos, além da atração de investimentos privados 5,7 milhões de dólares. A deputada Ângela Sousa parabenizou o secretário pela atuação a frente da secretaria de Turismo e ressaltou a importância desses investimentos para a Copa de 2014, evento que pretende atrair milhares de visitantes para a Bahia.

 

 

 

Fonte: Ascom da deputada Ângela Sousa

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui