Deputada realiza procedimento biométrico e alerta eleitores para os prejuízos em caso de não comparecimento

Na tarde de hoje (3), a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) realizou o recadastramento biométrico da Justiça Eleitoral no posto instalado no SAC, no centro de Ilhéus. Na oportunidade, Ângela Sousa chamou a atenção para os impactos gerados pelo cancelamento do título em caso de não comparecimento do eleitor.

“É importante que toda a população realize o recadastramento evitando o cancelamento do título, o que pode acarretar em dificuldades com benefícios federais como aposentadoria, pensão, matrícula em instituição de ensino superior, tomar posse em cargo público, além de outros impedimentos”, observou a deputada.

O procedimento é obrigatório inclusive para os eleitores cujo voto é facultativo (analfabetos, com idade entre 16 e 18 anos e os maiores de 70 anos de idade). O recadastramento biométrico deverá ser concluído até o dia 31 de janeiro de 2018 e o eleitor que não fizer terá o título cancelado.

Em Ilhéus, além do SAC, há ainda postos no Fórum Eleitoral da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, e na Biblioteca Municipal Adonias Filho, com funcionamento das 8h às 18h. O atendimento é feito por ordem de chegada e, para fazer o recadastramento, o eleitor deve levar um documento oficial com foto e um comprovante de residência recente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui