CURTAS E PICANTES (104)

Pesquisas sinalizam vitória

As pesquisas sinalizam que a vitória de Bolsonaro no segundo turno poderá ser com mais de 65% dos votos válidos. A pesquisa do Ibope divulgada na segunda-feira (15/10) já mostrava 59 contra 41, ou seja 18% a mais, o que daria mais de 20 milhões de votos de frente. A pesquisa do Datafolha divulgada nesta quinta-feira (18/10) confirmou os números do Ibope. O quadro é irreversível, a não ser que aconteça um fato novo de grande relevância. Caso isso não aconteça, Bolsonaro será o próximo presidente do Brasil a partir de 1º de janeiro de 2019. A possibilidade de atrair Ciro Gomes para os braços de Haddad foi praticamente eliminada com o pronunciamento do senador eleito pelo Ceará, Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes, que saiu do primeiro turno com um bom capital político e já pensa nas próximas eleições.

Rui Costa continua em campanha

O governador Rui Costa, reeleito com a segunda maior vitória do Brasil, 75% dos votos válidos, já está visitando as cidades em que Bolsonaro ganhou no primeiro turno. Nesta quarta-feira (15), foi no Sudoeste da Bahia, em Itapetinga, e à tarde, a Itabuna, na quinta-feira esteve em Teixeira de Freitas e Porto Seguro, sábado visitou Vitória da Conquista e Jequié e deve continuar em campanha até as vésperas da eleição. No seu discurso, Rui Costa pede para votar em Haddad para que ele possa fazer um governo melhor ainda do que fez no primeiro mandato. No primeiro turno Fernando Haddad obteve na Bahia 60% dos votos válidos e Rui Costa pretende elevar esse número para 80%. Não vai ser uma tarefa fácil reverter o quadro nas cidades baianas que Bolsonaro ganhou.

 

Vitória surpreendente

O candidato do PPL Uldurico Júnior obteve 66.343 votos e foi eleito, pela segunda vez, deputado federal pela Bahia, no 1º turno das Eleições 2018. Em Teixeira de Freitas, apesar de ter constado em 1º lugar nas pesquisas informais encomendadas por estudiosos da política, havia, quase certeza, de que o deputado federal não conseguiria se reeleger por conta da enorme concorrência e também em razão do momento político atual, cujos estudos mostravam uma tendência de renovação da Câmara Federal e do Senado por conta da insatisfação generalizada que se abateu sobre os eleitores em razão dos recentes escândalos em nível nacional envolvendo 2/3 do congresso em crimes de corrupção. No Extremo Sul da Bahia ele obteve 44 mil votos e em outras regiões conseguiu 22 mil votos.

Léo Brito virou o jogo

O prefeito Léo Brito virou o jogo em Alcobaça, além de ter dado uma votação expressiva a seus candidatos a deputado, Ronaldo Carletto e Robinho, obtiveram 20% dos votos válidos, conseguiu derrotar os dois favoritos Lucas Bocão e Uldurico Jr., que nas pesquisas chegaram a aparecer com 38%, no entanto, só conseguiram 15% dos votos. Além dos deputados, Rui Costa recebeu 86% dos votos e Fernando Haddad 70%, os senadores da base aliada também foram vitoriosos: Wagner teve 40% e Coronel 37%. Enquanto Irmão Lázaro, o senador de oposição mais votado, teve 14%. Zé Ronaldo obteve apenas 12% e Bolsonaro 21%. O desempenho do prefeito chamou atenção do governo que o convidou para ele coordenar a campanha do segundo turno na região, uma vez que ele é presidente da APES e tem função política.

 

Fonte: Dilvan Coelho

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui