Cultivo de ostras mescla tecnologia e sustentabilidade

Foto: Ascom da Prefeitura de Santa Cruz Cabrália
Em um projeto pioneiro, único no Brasil, a comunidade pesqueira do município de Santa Cruz Cabrália (Extremo Sul da Bahia), está implantando a Tecnologia 3G na Maricultura. O cultivo de ostras, realizado anteriormente de forma aleatória, está se profissionalizando e, assim, se transformando em uma alternativa viável de renda para as famílias da região, incluindo aldeias indígenas.

Outro fruto positivo do trabalho é o resgate da auto-estima das catadoras de marisco, mulheres que se sentiam relegadas a segundo plano, a sombra de seus maridos pescadores, agora se sentem incentivadas a trabalhar e aprender. Além disso, os cursos de capacitação, para o uso da nova tecnologia, contribuíram para que gerações de famílias ligadas à pesca trabalhassem juntas.

Para eles é incrível, acompanhar o crescimento dos cultivos, o preço real de mercado, o potencial de venda, possíveis compradores, tudo em toque de celular é a chance de não abandonar a pesca. É a tecnologia trabalhando a favor da comunidade e do Meio Ambiente.

A Prefeitura de Santa Cruz Cabrália, parceira das empresas Vivo, Qualcomm e Instituto Ambiental Brasil Sustentável (IABS), no projeto, se encontra a disposição para passar qualquer informação sobre o tema.

Como diretora de Comunicação da Prefeitura, gostaria de ressaltar que estamos prontos a receber sua equipe. O assunto é rico em personagens interessantes, belezas naturais e mescla de forma sustentável o progresso tecnológico com a preservação ambiental.

Fonte: Camila Knack/Ascom da Prefeitura de Santa Cruz Cabrália

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui