Cruz de Cabrália ganha iluminação cênica

O projeto realizado pelo Instituto Cultural Cidade Viva (ICCV) e patrocinado pelo Instituto Iberdrola Brasil, teve o apoio da comunidade indígena Pataxó local, Companhia de Energia Elétrica da Bahia (Coelba) e prefeitura de Santa Cruz Cabrália. Os parceiros estiveram presentes na inauguração da iluminação em 27 de junho, na Praça do Cruzeiro.

 alt

 

Da esquerda para direita: Cláudio Medrado, Neoluz Engenharia; Fernando Oliveira, Secretaria de Turismo de Cabrália; Ubirajara e Ubiranan Pataxó, lideranças indígenas locais; Zeca Barros, Instituto Cultural Cidade Viva; e Renata Chagas, Instituto Iberdrola Brasil.

 

À noite, o local onde foi fixada em 2013 a réplica da cruz original, uma escultura em aço inox de 13 metros de altura assinada pelo artista plástico Mário Cravo Jr., não era convidativo para os visitantes nem para os negócios. “Iluminar a cruz significa aumentar o tempo de visita de turistas e com isso gerar mais renda para aqueles que trabalham na região do monumento”, diz Fernando Portella, presidente do ICCV. “Juntos estamos restaurando e revitalizando um símbolo não apenas religioso, mas também da terra indígena.”

 

Os principais resultados esperados após a inauguração são o aumento da visibilidade do monumento e da cidade, aumento do fluxo de turistas ao local, incremento dos negócios nos quiosques de venda de artesanato, valorização do marco histórico e melhoria nas condições de segurança no local.

 

A solução técnica foi concebida e executada pela Neoluz Engenharia e constitui de uma iluminação de realce realizada por meio de projetores de alto rendimento de embutir e de sobrepor com lâmpadas de descarga. O projeto atendeu a todas as exigências e recomendações do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

 

 

Christina Lima

Comunicação Instituto Cultural Cidade Viva

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui