Cozinha Brasil bate recorde de público na 2ª etapa do Extremo Sul do Estado

Mais de 160 pessoas lotaram as três turmas do curso de Educação Alimentar, do Programa Cozinha Brasil, no município de Canavieiras. O grande público surpreendeu a nutricionista Maria de Lourdes Alves da Silva Neta, do Sesi, pela grande procura pelo curso

“Um grupo de 40 pessoas da zona rural vieram para assistir ao curso”, disse a nutricionista, explicando também que pela primeira vez o público masculino era maior que o feminino. “A grande maioria deles trabalha no setor de alimentação como cozinheiros ou garçons, mas tinham os que ajudavam as mulheres em casa e os curiosos”, disse Maria de Lourdes. A nutricionista disse que o sucesso está sendo similar nas turmas de Itagimirim. “Aqui a grande procura foi por parte de merendeiras e donas-de-casa”.

Na próxima semana, o Cozinha Brasil está chegando ao município de Itapebi, onde as 120 vagas já foram preenchidas no segundo dia de inscrições, disse o secretário de Ação Social, Abinael Souza Rosa.

A vinda do Programa para o Extremo Sul do estado foi possível graças a parceria entre a Veracel, Serviço Social da Indústria (Sesi), com o apoio das prefeituras municipais. A primeira etapa do programa beneficiou os municípios de Itabela, Guaratinga e Belmonte, totalizando 360 pessoas.

O Programa Cozinha Brasil é uma proposta do Sesi que tem o objetivo de promover a melhoria na qualidade de alimentação, com foco no aproveitamento integral dos alimentos. Com uma carga horária de 10 horas/aula, o curso tem aulas teóricas e práticas, com a participação ativa dos alunos, onde são discutidos temas referentes à alimentação saudável, além da elaboração de receitas criativas e nutritivas.

 

Fonte: Ascom da Veracel Celulose

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui