CORAÇÕES QUEBRADOS…

Corações quebrados? Claro que sim, somos humanos, sentimos, vivemos e por vezes intensamente, entregamos o nosso melhor a alguém, descuidamos as defesas e deixamos entrar alguém.

Por vezes é bom, por outras apenas serve de lição, de um aprendizado de ir com mais calma, mas no fundo nunca deixar de viver. Se nos dá gosto, se nos faz sorrir, se nos rouba um sorriso ou uma gargalhada, se nos transmite alguma segurança então vale a pena arriscar. Mesmo que com o pé atrás, com medo, com receio de nos magoar de novo, mas se nos faz querer vale a pena pelo menos tentar. Que o arrependimento seja sempre do que foi vivido e não do que tivemos medo de viver. Se nos acalma o peito, se nos deixa dormir descansadas num colo ou sob a almofada então vale a pena. Se nos faz sermos melhores então vale a tentativa. -“ah, mas vocês são tão diferentes, não são o tipo lógico e habitual escolhido”! – “E então?! Que se dane, o mais intenso não tem de ser o mais lógico muito menos o mais” habitual”, talvez por ser tão diferente é que mereça assim ser vivido”. Diferenças? Todos temos, uns mostram outros não. Erros? Todos cometemos algum dia. A perfeição não existe e nem algo que se assemelhe a tal…Mas exista conquista, vontade, um querer e fazer por isso. Um mostrar constante por atitudes não palavras, um dizer às vezes também pois o outro poderá não saber também. A vida dá te oportunidades, ou as vives ou elas passam por ti e um dia alguém agarra o que desperdiçaste. Vive, sente, entrega não demais, mas o suficiente para que possa ser mutuamente recebido. Dê a mão a quem te pode proteger, acarinhar e genuinamente cuidar.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui