Conquista: MP inaugura sede própria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Ministério Público do Estado da Bahia está de casa nova em Vitória da Conquista. Foi inaugurada na manhã de hoje, dia 30, pelo procurador-geral de Justiça Márcio José Cordeiro Fahel, a sede própria da Promotoria de Justiça Regional, na Rua Ministro Hermes Lima, s/n, Cidade Universitária. Instalada em um terreno de 2.000 m² doado ao MP, a sede tem 859 m² de área construída, com 18 gabinetes para promotores de Justiça, duas secretarias processuais, 10 sanitários, uma copa, ampla recepção, estacionamento interno e sala de reuniões equipada com aparelhos audiovisuais e capacidade para até 60 pessoas. O prédio atende aos critérios de acessibilidade e segurança.

Pontuando que a inauguração marca a emancipação física do MP em Vitória da Conquista, o PGJ informou que foi investido R$ 1,9 milhão na obra. “Investir no Ministério Público é garantir a liberdade do cidadão”, afirmou Fahel. Segundo ele, “quando se permite ao Ministério Público a realização destas obras, está-se reconhecendo a necessidade de garantir a ele, a quem a Constituição Federal encarregou de assegurar os principais direitos dos cidadãos, inclusive o regime democrático, que possa cumprir o seu papel”. Já a coordenadora da Regional, promotora de Justiça Guiomar Miranda, afirmou que ver a sede inaugurada é um sonho antigo. Ela lembrou as dificuldades enfrentadas pelos promotores de Justiça de Vitória da Conquista relacionados ao espaço físico nas sedes anteriores, mas que não comprometeram a atuação dedicada, e agradeceu a todos os envolvidos na realização da obra. A construção da nova sede foi iniciada em julho de 2013 e concluída em julho deste ano.

O evento contou com a participação da procuradora-geral de Justiça Adjunta, Sara Mandra Rusciolelli Souza; da procuradora do Estado, Dâmia Bulos, representando o goverandor da Bahia; da procuradora do Município, Maria Aparecida Falcão, representado o prefeito de Vitória da Conquista; do presidente da Câmara de Vereadores, Fernando Vasconcelos; do juiz diretor da Justiça Federal, Fábio Steif Marnund; e do coordenador da Defensoria Pública de Vitória da Conquista, Robson Vieira Santos.

 

 

 

Fonte: MP BA

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui