Confissão

“Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.” Tiago 5:16

O texto de hoje termina falando sobre o poder que a oração de um justo tem. Mas será que é qualquer oração? Será que se eu orar pro meu time ganhar, ele vai ganhar? Será que se eu orar pra alguém gostar de mim, isso irá acontecer? Ou orar para tirar uma nota boa em uma prova sem que eu estude, de fato acontecerá? Creio que não é desse tipo de oração que o texto está tratando. Por muita compreensão equivocada, muito é orado hoje em dia e que nada tem a ver com o evangelho e Jesus, e algumas falas estão completamente desvencilhadas do Reino de Deus. Mas então, o que orar?

O que há de poderoso na oração do justo é o fato de nessa perspectiva ele está intercedendo por alguém que confessou um pecado. A bíblia nos ensina que devemos confessar nosso pecado para Deus, para que haja perdão (1 João 1:9). Ao mesmo tempo em que nos ensina que devemos confessar ao próximo para que haja cura. Muitas pessoas hoje provavelmente se encontram presas em situações pecaminosas, sufocadas e sem saber pra onde ir, por falta de confissão. Como precisamos aprender com Tiago sobre isso. Para ele parece tão simples. Talvez de fato seja e nós que complicamos demais. Até porque, precisamos discernir para quem confessar nossos pecados. Se encontrarmos alguém de confiança, alguém que sabemos que possa acolher nossa dor pode ser interessante pensar sobre isso, já que pode ser um caminho de cura para nosso ser.

A ceia de Jesus foi servida ao redor da mesa. A mesa onde Ele abriu seu coração e nos ensinou o caminho. Nessa mesa precisa haver confissão. Só dessa forma, será possível que a oração do justo seja eficaz, pois ele estará orando na direção certa que é a direção do perdão de Deus e da cura que Ele tem pra nós. Não nos enganemos, não há cura para o cristão fora da comunhão. É na mesa posta, onde está o sangue e o corpo d’Ele entregue por nós que nos encontramos, nos abraçamos nos confessamos e somos curados. Essa oração é de fato eficaz, porque ela caminha de acordo com o coração e o cerne de Cristo: o amor. Amor esse que tem graça, perdão, acolhimento e empatia para que caminhemos juntos, não solitários, mas sendo um n’Ele.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui