Começa hoje (10) a campanha de vacinação contra a gripe; tire dúvidas

Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. Foto: Agência Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa hoje, quarta-feira, dia 10 de abril. As secretarias de Saúde dos municípios do Sul e Extremo Sul, bem como de todo o país, se prepararam de forma intensa para receber grupos prioritários.

A campanha vai até o dia 31 de maio, sendo em 04 de maio o Dia D de mobilização nacional. Também ocorre a atualização da caderneta de vacinação. A meta do Ministério da Saúde é atingir pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

Leia mais em:

Não ignore a campanha se você foi imunizado no ano passado, precisa tomar a vacina novamente! Isso porque os agentes causadores da doença estão sempre sofrendo mutações.

Todo ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) deve anunciar uma nova composição para a produção da vacina. Como o vírus não é o mesmo de antes, a dose que você tomou ano passado não é igual a que está sendo oferecida agora.

Quem pode tomar a vacina gratuitamente?

Na rede pública, está disponível a vacina trivalente, que protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Victoria.

A aplicação está sendo oferecida primeiro para os alvos da campanha, os chamados grupos prioritários: pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses até 6 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), jovens sob medidas socioeducativas, trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e de outras condições clínicas específicas (com apresentação de prescrição médica).

Para quem preferir, a rede privada oferece a vacina quadrivalente, que te imuniza também contra o vírus Yamagata Cepas.

Como afirma a Dra. Bárbara Furtado, gerente médica de vacinas da empresa farmacêutica GSK, “no Brasil o vírus da gripe circula o ano todo. É muito importante a conscientização da população sobre a importância da vacinação todos os anos”.

Fake News

Diferentemente do que podem andar dizendo por aí, não há risco nenhum na imunização.

Quando você é vacinada, o seu sistema imunológico entra em ação para combater o agente estranho, mesmo que ele não apresente uma ameaça real. Mais tarde, se você entrar em contato novamente com o vírus, seu organismo saberá na hora o que fazer para impedir o desenvolvimento de uma doença.

Compilação: MDeMulher e Agência Brasil

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui