Com covid-19, ex-prefeito de Eunápolis é transferido para SP

Paulo Ernesto começou a apresentar sintomas no dia seguinte à eleição da esposa à prefeitura da cidade. Estado de saúde é considerado grave.

Cordélia Torres é companheira de Paulo Dapé [à direita, na parte inferior da foto] e foi eleita prefeita de Eunápolis no dia 15 de novembro — Foto: Arquivo pessoal

O ex-prefeito da cidade de Eunápolis, Paulo Ernesto, internado há cerca de duas semanas após ter sido diagnosticado com a covid-19, foi transferido na quarta-feira, 02 de dezembro, para São Paulo para intensificar o tratamento.

Ele apresentou os primeiros sintomas no dia seguinte ao pleito eleitoral, em 15 de novembro, que confirmou a eleição da companheira, Cordélia Torres (DEM), à chefia do Executivo Municipal.

Dapé, como é conhecido, foi levado para a capital paulista depois da implantação de um pulmão artificial conhecido como ECMO (sigla em inglês para Oxigenação por Membrana Extracorpórea), uma espécie de dispositivo que funciona como uma máquina que assume as funções pulmonares do corpo.

Por meio da assessoria, a esposa de Dapé e prefeita eleita da cidade, Cordélia, informou que o estado de saúde do ex-prefeito é delicado e inspira cuidados.

Segundo a assessoria, Cordélia disse que as pessoas se assustam com as notícias que divulgam nas redes sociais e que ninguém gostaria de passar por isso. A prefeita ainda explicou que Dapé foi a São Paulo para fazer um tratamento mais intensivo e a previsão é de que permaneça cerca de 10 dias com o aparelho.

Cordélia já havia testado positivo para o coronavírus e chegou a ficar internada em um hospital. No entanto, o quadro não necessitou de tratamento intensivo e ela ficou em isolamento. A prefeita ficou em um quarto por 10 dias e foi curada da doença.

Paulo Dapé tem 64 anos, foi deputado estadual entre 1995 e 1999, e prefeito de Eunápolis entre 1997 e 2000. Ele também liderou o Executivo da cidade de Itabela, pelos anos de 2013 a 2016.

Equipe de campanha infectada

 

No dia da eleição, mesmo com todos os protocolos de saúde adotados, houve aglomeração e sete integrantes testaram positivo para a doença. Segundo a assessoria, todos seguiram as recomendações médicas e não apresentam mais o quadro da covid-19.

“Todos os que fizeram o teste e raio-x do pulmão, e deram positivo, se mantiveram em isolamento conforme orientação dos médicos. Todos venceram o prazo do isolamento e já estão curados”, informou.

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui