Civis no Espaço

A SpaceX, de Elon Musk, fez a primeiro viagem tripulada apenas com civis. Estão dando uma direção nova na conquista do espaço. Gostaria de criar asas e juntar-me a eles neste voo histórico. Somos todos reis do mundo na terra, em torno de nós bilhões de seres humanos e a vida é sempre como uma encosta que descemos sempre, uma planície que jaz no fundo de nós, no entanto estar no espaço vasto e vazio onde não há qualquer medição terrena sabendo da suprema hostilidade à vida cria em alguma parte profunda do cérebro, lá onde são regidos os instintos de luta ou fuga, uma porta oculta que se entreabre e oferece o mais breve vislumbre, para pessoas que não são astronautas e enfrentam este desconhecido, uma visão nova da vida pois a cada 90 minutos eles completam uma volta ao redor da terra, como será para você ou eu ver a terra a 565 km de altura?

É preciso que a sua psique esteja se sentindo bem. Apenas a sua relação com o tempo estará transtornada, pois tentará localizar um ponto de referência, mas terá apenas a bola azul e um vazio sinistro para viver e o vão que os séculos haviam cavado na terra, e agora, um mosaico deste ponto de referência.

Em terra firme, muitos se arrastando para o trabalho, existindo lá embaixo camadas de casas coloridas sob o céu metálico. Eles vivem um agora diferente pois em algum lugar entre o que eles observam e o que sentem aí está o instante vivido. Como quando um beija-flor enfia o bico comprido em uma flor. Poderão dizer ao voltarem a terra com segurança. “Valeu o ponteiro, valeu o tempo investido”.

Nota: O conteúdo aqui publicado é de inteira responsabilidade do colunista que assina o texto.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui