Cidade mineira cria ‘feriado de treinamento’ para fuga em rompimento de barragem

Foto: Reprodução

A prefeitura de Barão de Cocais, cidade distante 100 km de Belo Horizonte, decretou “feriado de segurança” nesta segunda-feira (25) para treinar a população local com uma simulação de evacuação em caso de rompimento da barragem Sul-Superior da Mina de Gongo Soco.

Com o decreto, não haverá aula na rede pública, expediente nas repartições públicas do município nem funcionamento do comércio.

Os serviços de coleta de lixo e o Hospital Municipal Waldemar das Dores devem funcionar normalmente.

Pontos de Salvamento

A Defesa Civil de Minas Gerais divulgou um mapa com a mancha de alagamento prevista e com a sinalização dos pontos de encontro que vão receber as cerca de 6 mil pessoas que podem ser afetadas caso a barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da Vale, em Barão de Cocais (MG), se romper.

Arte: R7 23.03.2019

Estudos feitos pela Defesa Civil apontam que as pessoas nesta área tem, em média, cerca de 1 hora para procurar abrigos nos pontos de encontro. Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais estão em alerta para qualquer necessidade de uma operação de evacuação.

Alerta de risco

A Defesa Civil, em novo levantamento, disse que o total de moradores de Barão de Cocais a serem evacuados é de 6.054, em vez dos 9 mil anunciados anteriormente. Na sexta-feira (22), a sirene foi acionada depois de reunião entre autoridades e a Vale. No encontro, a mineradora informou que a empresa de consultoria contratada para analisar a estrutura teria indicado “condição crítica de estabilidade da barragem”.

Em 8 de fevereiro, cerca de 500 pessoas já haviam sido retiradas da chamada Zona de Auto Salvamento (ZAS) da barragem, depois do acionamento de sirene que alertou para nível 2 de risco. A ZAS fica perto da barragem e seria a primeira atingida. Esses moradores não teriam tempo de serem retirados.

Fonte: R7

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui