Choveu e vai viajar? Cuidado com a aquaplanagem

Em época de chuvas, as condições adversas da via e do tempo aumentam o perigo em uma simples viagem. A missão de conduzir o veículo passa a requerer do motorista ainda mais agilidade, atenção e observância.

Entre os riscos, a Lúcia Despachante Emplacamento e Consultoria, de Teixeira de Freitas, informou sobre a aquaplanagem, fenômeno que faz o carro “flutuar” sobre a camada de água, perdendo o atrito com o asfalto e podendo provocar graves acidentes. Para minimizar os transtornos causados, estar atento às condições do veículo é fator crucial.

Imagem: Divulgação

Em especial, os pneus. Eles devem ter a mesma calibragem e o condutor deve usar sempre o mesmo desenho para cada pneu. Além disso, é importante estar atento ao sulco da bandagem, pois são eles que fazem o trabalho de escoamento da água. Nunca use pneus frisados e procure substituir os mesmos em média a cada 8 mil quilômetros.

Mas não é só isso: o vento, o granizo, a neve, a neblina, a fumaça, o fogo o frio e até mesmo o calor excessivo, diminuem a segurança dos ocupantes. Por isso, não corra, retire imediatamente o pé do acelerador assim que sentir que o carro já não está mais sob seu controle; não pise no pedal do freio bruscamente; segure firme o volante para manter as rodas retas; e quando os pneus retomarem o contato com o solo, gire levemente o volante de um lado para o outro para sentir que o veículo recuperou a aderência.

Boa viagem!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui