Celulares dos 5 jovens desaparecidos foram desligados simultaneamente

As buscas se concentram nos 220 km que separam as cidades de São Mateus (ES), de onde os jovens saíaram às 19h da última sexta (20), e Prado, no extremo Sul da Bahia

As buscas pelos cinco universitários do Espírito Santo que desapareceram perto do distrito de Itabatã, no extremo Sul da Bahia, foram retomadas na manhã desta terça-feira (24). As buscas se concentram nos 220 km que separam as cidades de São Mateus (ES), de onde os jovens saíaram às 19h da última sexta (20), e Prado, destino final, no extremo Sul da Bahia. Um helicóptero da Polícia Militar baiana e outr do governo do ES auxiliam nas buscas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Izadora Ribeiro, Marllonn Amaral, Amanda Oliveira, Rosaflor Oliveira e André Galão viajavam em um carro modelo Punto, placa ODC-6985, para comemorar o aniversário da mãe de Izadora, que mora em Prado. Até a manhã desta terça-feira (23), eles não haviam sido encontrados.

Segundo o delegado Walter Barcelos, os celulares dos cinco jovens pararam de funcionar quase simultaneamente. “Eles saíram do Espírito Santo por volta das 19h e, por volta das 21h, os celular apagaram ao mesmo tempo perto do município de Pedro Canário, na divisa com a Bahia”, disse o delegado ao CORREIO. A viagem deveria durar aproximadamente três horas.

Com a demora dos jovens, os pais da Izadora fizeram o trajeto contrário da viagem à procura de acidente. Como não encontraram, procuraram a polícia em São Mateus para informar o desaparecimento. “Se eles fossem mudar o trajeto iriam avisar a gente”, disse Doralize Ribeiro, mãe de Izadora.

Ainda de acordo com o delegado, as polícias Rodoviária, Civil e Militar fazem buscas em diversos pontos da estrada. “Temos várias linhas de investigação que estão sendo analisadas. Não descartamos nada”, disse. “Policiais de municípios do sul da Bahia, como Teixeira de Freitas, Mucuri, Nova Viçosa, estão ajudando nas buscas”, afirmou.

A polícia investiga as hipóteses de assalto, seguido de morte, sequestro ou acidente. A PRE de ambos os estados, porém, não encontraram nenhum local de acidente.

O namorado de uma das universitárias desaparecidas prestou depoimento nesta segunda (24). Segundo a polícia, o jovem disse que teria discutido com a namorada, que o proibiu de viajar. Ele teria ficado em São Mateus.

Segundo informações do jornal A Gazeta, Izadora Ribeiro, Amanda Oliveira e Marllonn Amaral são estudantes de Ciências Biológicas e Rosaflor Oliveira faz mestrado em Biologia, todos no Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes). André Galão trabalha em uma empresa de design de moda em Colatina.

As buscas são coordenadas pela Polícia Civil de São Mateus, onde estão os pais do jovem, e pela Delegacia de Pessoas Desaparecidas pelo telefone (27) 3137-9065 ou pelo disque-denúncia 181.

 

Fonte: Correio

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui