Número de casos ativos de covid-19 em Ibirapuã é quatro vezes maior que duas semanas atrás

Praça em Ibirapuã. Foto: Divulgação/Facebook

O município de Ibirapuã registrou seu primeiro caso confirmado de covid-19 em 22 de maio, cerca de dois meses após o novo coronavírus ser confirmado no Brasil, em 26 de fevereiro.

De lá para cá, a cidade chegou a registrar três óbitos em decorrência da doença e, de acordo com o último boletim epidemiológico, emitido ontem, 12 de novembro, pela Prefeitura, mais de mil pessoas foram testadas com suspeita.

Os dados apontam que 795 deram resultados negativos, ou seja, foram descartados, mas o que chama a atenção e tem preocupado os moradores da localidade é o alto índice de confirmações, havendo uma crescente significativa nos últimos 15 dias.

Ibirapuã tem 210 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo 187 recuperados. Atualmente, são 20 ainda ativos (subtraindo os óbitos).

Foram 45 resultados positivos entre 30 de outubro (quando eram apenas 05 casos ativos) e 12 de novembro.

Não há, ainda conforme boletim, pacientes internados. Aguardam resultado 34 pessoas e 162 são monitoradas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui