Câmara dos Deputados debaterá reforma política

Foto: Google
Expresso Nacional debate ao vivo (terça, 21h30) mudanças na legislação eleitoral e nas regras do jogo político

A eleição de puxadores de votos reacendeu o debate sobre se o sistema eleitoral brasileiro deve ser modificado. No Brasil, a lista aberta, juntamente com as coligações eleitorais, resulta em casos esdrúxulos. Celebridades são facilmente eleitas e carregam com elas outros candidatos, já que nenhum voto se perde (depois que um candidato já tem o número de votos suficiente para se eleger, os votos que sobram vão para outros candidatos, dentro do partido). Essa situação piora quando o partido está em coligação, já que os votos que sobram de um candidato eleito passam para outros candidatos de partidos diferentes, dentro da coligação. Assim, fica a pergunta: a escolha do eleitor está sendo respeitada? Precisamos de uma reforma eleitoral? E a reforma nas regras do jogo político? O instituto da reeleição abre espaço para o uso da máquina pública na eleição do sucessor. Uma reforma política deveria fazer essa mudança na Constituição para que sempre houvesse rodízio no poder? O que vamos debater no Expresso Nacional de terça-feira, dia 19 de outubro. Já confirmaram presença os deputados Flávio Dino, do PC DO B/MA e Otávio Leite, do PSDB/ RJ; Eurico Figueiredo, cientista político da Universidade Federal Fluminense; e Ophir Cavalcante, presidente da OAB.

Fonte: Ascom da Câmara dos Deputados

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui