Calma e sabedoria

“Respondeu o Senhor: Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.” (Lucas 10.41-42)

Precisamos de mais calma. A calma própria da graça. Afinal, pela graça pertencemos a Deus. Somos dele e ninguém pode nos roubar de Suas mãos (Jo 10.27-28). Somos dele, e nada pode nos separar do amor dEle, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor (Rm 8.38-39). Por que andamos tão agitados, inquietos, irritados e agressivos? Por que queremos fazer as coisas no nosso tempo, na nossa força? O conselho do Salmista é “Entreguem todas as coisas ao Senhor, confiem nele e Ele agirá!” (Sl 37.5). Na mesma direção do salmista é o conselho de Paulo: Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Fl 4.6-7).

Precisamos ser mais sábios! Se como Marta escolhermos a melhor parte, estar aos pés do Mestre, sabedoria não nos faltará. “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria” (Pv 1.7). Jesus é a Palavra de Deus que ilumina nossos caminhos e nos faz caminhar no rumo certo. Com Ele aprenderemos a ordem certa das coisas, e o amor estará em primeiro lugar, terá primazia em nossas vidas. Com Ele aprenderemos a persistentemente tomar nas mãos a bacia e a toalha e nos dirigir aos pés uns dos outros. Afinal, Jesus nos deu o exemplo e pediu para o seguirmos (Jo 13.13-15). Teremos a sabedoria de não nos acomodarmos ao orgulho, pensando que somos mais ou melhores do que outros. Afinal, como Pedro também podemos transitar do “bem-aventurado” para o “para trás de mim satanás” (Mt 16.17 e 23) em questão de instantes.

Tem faltado calma e sabedoria à nossa vida? Talvez seja porque estejamos dedicando-nos às coisas de maneira carnal, cheios de nós mesmos, em lugar de estarmos aos pés de Cristo e começar nosso dia lembrando as verdades que nos dão vida. Em lugar de estar renegociando nossas dívidas assistidos pela graça que é sempre mais e maior que nossas faltas (Rm 5.20). Há muitas pendências em sua agenda ou em seu coração? Há problemas sem solução? Fique aos pés daquele que é Eterno para que perceba melhor, que tudo por aqui é temporário. Fique aos pés daquele que é amor para que saiba mais facilmente que o amor importa mais que o poder. E que seus momentos aos pés de Cristo se revelem na calma e sabedoria que demonstrará em cada ação, palavra, atitude e compromisso. Que a beleza de Cristo seja vista todo dia em você!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui