Bill Gates: aquecimento global é mais difícil de resolver do que pandemia

Bill Gates: aquecimento global é mais difícil de resolver do que pandemia. Foto: Getty Images

51 bilhões e 0 são os dois números que, de acordo com Bill Gates, precisamos ter em mente quando falamos sobre o clima.

E encontrar uma solução para as mudanças climáticas seria “a coisa mais incrível que a humanidade já fez”, diz o bilionário cofundador da Microsoft.

Em comparação, acabar com a pandemia de covid-19 é “muito, muito fácil”, ele argumenta.

  • 5 razões por que 2021 pode ser um ano crucial na luta contra o aquecimento global
  • Os mapas que mostram o impacto do aquecimento global no futuro das crianças de hoje

O novo livro de Gates, Como evitar um desastre climático, é um guia para lidar com o aquecimento global.

E quando conversou com a reportagem da BBC, na semana passada, ele disse para não subestimarmos a dimensão do desafio.

“Nunca fizemos uma transição como a que precisamos fazer nos próximos 30 anos. Não há precedente para isso”, diz ele.

Na verdade, 51 bilhões é a quantidade de toneladas de gases de efeito estufa que o mundo normalmente adiciona à atmosfera a cada ano.

E o zero líquido é onde precisamos chegar.

Isso significa reduzir as emissões a um nível em que as emissões de gases de efeito estufa remanescentes seja equilibradas pela absorção de uma quantidade equivalente da atmosfera.

Uma maneira de fazer isso é plantando árvores, que absorvem CO2 por meio de suas folhas.

Mas o foco de Gates está em como a tecnologia pode ser usada para fazer isso.

Fontes renováveis de energia, ​​como solar e eólica, podem nos ajudar a descarbonizar a eletricidade, mas, como aponta o executivo, isso representa menos de 30% das emissões totais.

Também vamos ter que descarbonizar os outros 70% da economia mundial: aço, cimento, sistemas de transporte, produção de fertilizantes e muito, muito mais.

E simplesmente não temos uma maneira de fazer isso em muitos desses setores neste momento.

Fonte: BBC News – Brasil

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui