Baleias jubarte morrem após encalhes em três cidades do extremo sul

Foto ilustrativa/Arquivoarte

Três baleias jubartes morreram após encalharam no litoral do extremo sul da Bahia, entre a a quarta-feira (2) e a quinta-feira (3). Segundo o Projeto Baleia Jubarte, que trabalha no monitoramento e conservação da espécie, foram três filhotes nas cidades de Santa Cruz Cabrália, Mucuri e Caravelas.

Ainda de acordo com a instituição, só este ano já foram registrados 46 encalhes em todo o Brasil, 13 deles foram na Bahia, sendo 9 no extremo sul do estado.

As baleias jubarte viajam da Antártida até o litoral brasileiro, todos os anos, apar acasalar e se reproduzir, entre os meses de julho e novembro. Estima-se que a população da espécie já chegue a 20 mil no Brasil.

Durante a temporada, elas podem ser vistas desde o norte de São Paulo até o sul do Rio Grande do Norte. A maior concentração está entre o Espírito Santo e a Bahia, e 70% delas escolhem o arquipélago de Abrolhos, no extremo sul baiano, que é o principal berçário das jubartes no Atlântico Sul. O pico das jubartes no Brasil é agosto e setembro.

No ano passado, a Bahia liderou o número de encalhes no país, com 19 casos, seguida pelo Espírito Santo com 9.

A orientação é que a população acione o Projeto Baleia Jubarte, no caso de encalhes. Para isso, as equipes mantêm telefones de emergência, que também recebe ligação a cobrar. [Veja números abaixo]

  • Caravelas: (73) 3297-1340 (em horário comercial, de segunda a sexta-feira) e (73) 98802-1874 (WhatsApp 24h)
  • Praia do Forte: (71) 3676-1463 (em horário comercial, de segunda a sexta-feira) e (71) 981542131 (WhatsApp 24h)

Fonte: G1 Bahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui