Balanço da Operação Verão da Polícia Militar

Foto: Sulbahianews
A Polícia Militar, através da 43.ª companhia, montou seu policiamento especial com 100 PMs, juntamente com a parceria da Cipe/Mata Atlântica, antiga Caema, e da Polícia Rodoviária Estadual, para pôr em prática a Operação Verão.

A operação visava dar segurança às pessoas que fossem passar o réveillon no litoral. Como resultado, foram contabilizados em torno de 23 ocorrências, dentre elas, um homicídio, um afogamento e o naufrágio da embarcação da Ilha da Alegria.

A Cipe auxiliou com o envio de quatro guarnições que fizeram o patrulhamento nas vias do Prado, sobretudo na praça de eventos e próximo ao local em que ficavam os trios. Lá, foram registradas pequenas ocorrências, a maioria por excesso de bebida, crimes de trânsito e pequenas brigas.

O major Raimundo Magalhães, comandante da 43.ª companhia, relatou que há uma grande preocupação com relação aos crimes de trânsito, relatando que pessoas estão conduzindo veículos sem habilitação, causando acidentes.

De acordo com ele, foram apreendidas cerca de cinco motos e um veículo, sendo que seus condutores já estão à disposição do Ministério Público para as cabíveis providências. No geral, a comunidade do Prado demonstrou ser consciente, pois curtiram e brincaram nas festas de forma pacífica.

“Todas as ocorrências que tiveram durante este período, foram atendidas pela Polícia Militar, de forma que este ano, em Prado, teve um nível de ocorrência baixo”, disse o major Magalhães.

O major falou ainda sobre o homicídio do dia 31 de dezembro, na praça de eventos, onde dois indivíduos dispararam dois tiros em um jovem. Segundo ele, que esses fatos são impossíveis de prever, afirmando que o autor deste crime já foi identificado e o caso está sob investigação.

Em Corumbau e Cumuruxatiba houve policiamento 24 horas, tranquilizando a população e os turistas. Foram registradas pequenas ocorrências.

Fonte: Sulbahianews

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui